Algas

As algas são um grupo sem significado taxonômico e englobam organismos fotossintetizantes que não apresentam raiz, caule e folhas.

A maior parte das algas é  encontrada no ambiente marinho
A maior parte das algas é encontrada no ambiente marinho
Por Vanessa Sardinha dos Santos
PUBLICIDADE

Alga é um um termo sem significado taxonômico e é usado para indicar um grupo de organismos variado que, mesmo possuindo a clorofila a, não apresenta raiz, caule ou folhas e suas estruturas reprodutivas não são envolvidas por uma camada de células estéreis. Por ser um grupamento artificial, os organismos classificados como algas não são muito semelhantes entre si e, muitas vezes, não possuem nem mesmo história evolutiva próxima.

→ Características gerais das algas

As algas são organismos fotossintetizantes que desempenham o papel de produtores primários em vários ecossistemas e são essenciais para a manutenção dos níveis de oxigênio na atmosfera. Elas possuem clorofila, mas outros pigmentos podem também estar presentes, o que deixa corpo de algumas espécies com outras colorações além do verde.

Esse grupo de organismos é bastante diversificado e composto por seres procariontes, representados pelas cianobactérias, e eucariontes, como as euglenófitas e algas pardas. A diversidade desse grupo também é demonstrada em seu habitat, pois, apesar de encontrarmos muitas algas em ambientes aquáticos, que podem ser marinhos ou de água doce, existem espécies que vivem em ambiente terrestre.

Quanto ao tamanho, esses organismos podem variar desde as algas microscópicas até aquelas que podem atingir 60 metros de comprimento. As algas unicelulares são aquelas que possuem apenas uma célula. As algas pluricelulares apresentam duas ou mais células e destacam-se pela infinidade de formas. Mesmo que algumas espécies possuam comprimento considerável, nenhuma delas apresenta raiz, caule ou folhas, que são características dos vegetais.

A reprodução das algas também é diversificada e apresenta processos assexuados e sexuados. Algumas espécies apresentam reprodução por divisão binária, como é o caso das diatomáceas, e outras reproduzem-se por meio de fragmentação, entre outros processos. Nas formas sexuadas, observam-se a formação e a fusão de gametas.

Os principais grupos de algas são: Euglenoides (Euglenophyta), Criptófitas (Cryptophyta), Haptófitas (Haptophyta), Dinoflagelados, Diatomáceas (Bacillariophyceae), algas douradas (Chrysophyceae), algas verde-amareladas (Xanthophyceae), algas pardas (Phaeophyceae), algas vermelhas (Rhodophyta) e algas verdes.

→ Importância das algas para os seres humanos

As algas apresentam grande importância econômica, pois servem de alimento em várias partes do mundo e de matéria-prima para o desenvolvimento de medicamentos, cremes e outros produtos. Kelps, por exemplo, são algas marinhas de grande poder nutricional muito consumidas na China e no Japão.

As algas marinhas também são usadas como matéria-prima para fertilizantes e outros produtos. Dessas algas, é possível retirar os alginatos, que são polissacarídeos usados nas indústrias alimentícia, têxtil, cosmética e farmacêutica. Não podemos deixar de citar também o ágar, que é um material mucilaginoso (viscoso) extraído das algas e que apresenta uma infinidade de utilidades, como na fabricação de cápsulas para medicamentos, cosméticos e como meio de cultura para bactérias.


Por Vanessa Sardinha dos Santos
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Religião viking
Que tal conhecer aspectos interessantes dessa religião?

..................................................

Estrangeirismo
Afinal, estrangeirismo é mesmo necessário? Leia o nosso artigo!

..................................................