Audição, um dos órgãos dos sentidos

O ouvido humano
O ouvido humano
Por Paula Louredo Moraes
PUBLICIDADE

Nos mamíferos, o órgão responsável pela audição é a orelha (ouvido), que é dividida em três regiões: orelha externa, orelha média e orelha interna.

A orelha externa é formada pelo canal auditivo e pela aurícula, que capta e conduz o som. Nessa orelha há pelos e glândulas secretoras de cerúmen que servem para proteger o ouvido e não deixar que poeira ou micro-organismos entrem em contato com o ouvido interno. Quando a orelha externa capta o som, ele é levado pelo canal auditivo até o tímpano, que é uma fina membrana que vibra de acordo com a intensidade do som.

A orelha média começa onde está o tímpano. As vibrações captadas pelo tímpano são passadas a três ossinhos, são eles: martelo, bigorna e estribo. Na orelha média há um canal chamado tuba auditiva, que antigamente era chamado de “trompa de Eustáquio”. Por meio desse canal, a orelha média comunica-se com a garganta. Essa comunicação possibilita o equilíbrio da pressão dentro do ouvido em relação ao meio externo. Quando viajamos de avião, subimos ou descemos uma serra de carro, podemos perceber que ocorre pressão no nosso ouvido. Isso ocorre porque há diferença entre a pressão no interior do ouvido e a pressão atmosférica. Para que a pressão no interior do ouvido volte ao normal basta que se dê um bocejo, masque um chiclete ou engula saliva. Ao fazer isso a tuba auditiva se abre, liberando o ar que está lá dentro, assim a pressão no ouvido voltará ao normal.

Na orelha interna estão os órgãos responsáveis pela captação dos estímulos sonoros e pelo equilíbrio. Um desses órgãos é a cóclea. A cóclea é um tubo enrolado que lembra a concha de um caracol. Seu interior se divide em três partes cheias de líquido. Em uma das partes temos o órgão espiral, também conhecido como órgão de Corti. Nesse órgão há células sensoriais responsáveis pela captação do som. As células sensoriais possuem cílios. Esses cílios entram em contato com a membrana tectórica que está acima deles.

O som é captado pela orelha externa e passa pelo canal auditivo até chegar ao tímpano. O tímpano transmite as vibrações ao martelo, que transmite à bigorna, por fim transmitindo ao estribo. O estribo está ligado à cóclea pela janela oval, por isso as vibrações chegam até o líquido no interior da cóclea. Essas vibrações chegam até o líquido movimentando os cílios das células sensoriais, e fazem com que esses cílios se encostem na membrana tectórica. Esse contato gera impulsos nervosos que são conduzidos pelo nervo auditivo até o centro de audição no SNC (sistema nervoso central).


Por Paula Louredo Moraes
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

O que é força?
Você sabia que a força é um tipo de grandeza? Revise!

..................................................

Savanas
Fique por dentro dos aspectos que marcam essa vegetação.

..................................................