Espermicida

Espermicidas podem ser comercializados juntamente com aplicadores vaginais
Espermicidas podem ser comercializados juntamente com aplicadores vaginais
Por Mariana Araguaia
PUBLICIDADE

Os espermicidas são produtos químicos à base de nonoxinol-9, menfegol ou cloreto de benzalcônio; encontrados, geralmente, na forma de gel, creme, supositório ou mesmo em algumas camisinhas.

Fabricados e comercializados com o objetivo de destruir ou debilitar os espermatozoides, esses produtos dificultam a possibilidade dos gametas masculinos se direcionarem ao colo do útero. Além disso, fornecem maior lubrificação durante o ato sexual.

A incidência de doenças como a gonorreia, infecção por clamídia, tricomoníase e vaginose bacteriana é reduzida com o uso desses produtos. Entretanto, tais valores são bem pequenos, comparados à eficácia da camisinha na prevenção de DSTs.

Espermicidas devem ser aplicados pelo menos 10 minutos antes da ejaculação, no interior da vagina; ou juntamente com a camisinha ou diafragma. Sendo utilizados em todas as relações, a probabilidade de se engravidar é de uma a cada dezessete casos, na primeira situação; e, quando aliados aos métodos de barreira, apresentam mais de 90% de eficácia na prevenção da gravidez.

Não é recomendado que sejam utilizados várias vezes em um único dia, já que tal ato propicia o enfraquecimento dos tecidos de revestimento da vagina, facilitando o surgimento de infecções.


Por Mariana Araguaia
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Soluções
Revise os seus conhecimentos sobre tipos de soluções.

..................................................

Olho humano
Conheça os nomes das estruturas que formam os olhos.

..................................................