Hepatite D

A hepatite D é uma doença viral causada pelo VHD, um vírus dependente do vírus da hepatite B para infectar uma pessoa.

As hepatites virais são causadas por vírus que provocam inflamação no fígado
As hepatites virais são causadas por vírus que provocam inflamação no fígado
PUBLICIDADE

A hepatite é um problema de saúde que afeta o fígado, desencadeando inflamação. Possui causas diversas, como remédios, álcool, drogas, doenças autoimunes e até mesmo vírus. A seguir falaremos a respeito da hepatite D, um tipo de hepatite desencadeado por vírus.

A Hepatite D

A hepatite D, também chamada de hepatite Delta, é uma doença infecciosa viral causada por um vírus de RNA denominado de Vírus da Hepatite D (VHD). Esse vírus foi descoberto em 1977 e destaca-se por ser dependente do vírus da hepatite B para infectar uma pessoa.

Transmissão da Hepatite D

A hepatite D é transmitida por meio do contato com o sangue e secreções da pessoa contaminada. Assim sendo, as principais formas de transmissão são:

  • Relação sexual sem uso de preservativos com pessoa contaminada;

  • Compartilhamento de objetos perfurocortantes ou de higiene pessoal, como escova de dentes;

  • Transfusão de sangue contaminado;

  • Da mãe para o filho durante a gestação, parto ou amamentação.

Sintomas da Hepatite D

A hepatite D, assim como as outras hepatites, pode-se apresentar assintomática ou de maneira discreta. Normalmente os sintomas surgem após 30 a 50 dias da contaminação e pacientes com a doença apresentam sensação de cansaço, tontura, vômitos, febre, dor abdominal, pele e olhos amarelados, fezes de coloração clara e urina de cor escura.

A gravidade da infecção depende de alguns fatores, sendo o principal o momento em que a pessoa adquiriu o VHD. Quando o paciente adquire o VHD com o vírus B, a doença apresenta-se normalmente benigna, havendo completa recuperação. Se, por outro lado, o paciente tenha adquirido o vírus B anteriormente à infecção pelo VHD, a doença torna-se mais perigosa, com dano severo ao fígado e evolução rápida para cirrose.

Tratamento da Hepatite D

A hepatite D não possui tratamento específico. Recomendam-se, normalmente, apenas alguns cuidados com a alimentação e repouso. Bebidas alcoólicas devem ser evitadas por um ano, uma vez que elas afetam diretamente o fígado, que fica debilitado com a doença. Nos casos mais graves, é necessário acompanhamento médico especializado para evitar complicações como a cirrose.

Prevenção da Hepatite D

Para prevenir-se da Hepatite D, algumas recomendações devem ser seguidas. Entre as principais medidas, podemos citar:

  • Uso de preservativo nas relações sexuais;

  • Não compartilhar objetos pessoais;

  • Não fazer uso de drogas;

  • Procurar locais adequados para realização de tatuagens e piercings;

  • Vacinar-se contra a hepatite B, uma vez que o VHD necessita do vírus da hepatite B para causar infecção em uma pessoa;

  • Realizar exames pré-natais rigorosos.


Por Vanessa Sardinha dos Santos
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Desnutrição
Fique por dentro das causas e sintomas desse problema.

..................................................

Monômios
Aprenda a resolver operações básicas com essas expressões.

..................................................