Húmus da minhoca

O húmus da minhoca é um importante fertilizante orgânico composto por excretas desse anelídeo.

A criação de minhoca para a produção de húmus pode aumentar a renda de pequenos produtores
A criação de minhoca para a produção de húmus pode aumentar a renda de pequenos produtores
Por Vanessa Sardinha dos Santos
PUBLICIDADE

A minhoca é um anelídeo que vive sob a terra, não apresenta ouvidos nem olhos, mas possui células com muita sensibilidade à luz, vivendo sempre em locais pouco sombreados. Possui respiração cutânea e, em razão dessa característica, vive em locais úmidos, porém não encharcados. Esses animais são, muitas vezes, desprezados e até considerados nojentos por muitas pessoas. Entretanto, a minhoca apresenta grande importância econômica, principalmente no que diz respeito à agricultura, onde é responsável pela produção do húmus.

O húmus pode ser definido como todo e qualquer material orgânico que é degradado no solo. O húmus da minhoca, por sua vez, é constituído pelos produtos da excreção desse animal, sendo rico em nitrogênio, fósforo, potássio, magnésio e cálcio. Além disso, no húmus encontramos alguns hormônios vegetais e micro-organismos que ajudam, respectivamente, no desenvolvimento das plantas e na diversidade de micro-organismos no solo. Assim sendo, podemos concluir que se trata de um importante fertilizante orgânico.

A produção de húmus para uso comercial pode ser feita por meio da minhocultura ou vermicompostagem, uma técnica que utiliza minhocas para que ocorra a transformação de matéria orgânica, tais como restos de vegetais e esterco, em húmus. Esse processo pode ser considerado, portanto, como uma forma de reciclagem.

A minhoca mais utilizada para produzir húmus é a Vermelha-da-Califórnia (Eisenia foetida), que é capaz de transformar 60% da matéria orgânica por ela consumida em húmus, sendo o restante usado para o seu desenvolvimento. Essa espécie de minhoca é a mais recomendada porque se alimenta de forma rápida e ingere grande quantidade de alimento. Além disso, a reprodução é fácil e o desenvolvimento, rápido.

Aplicar o húmus de minhoca no solo apresenta uma série de benefícios físicos, químicos e biológicos. O uso desse produto atua diretamente na conservação do solo, ajudando na retenção de água e também no processo de aeração, além de promover um melhor desenvolvimento das plantas e aumento da quantidade de micro-organismos.

Além de ajudar na agricultura, a produção de húmus ajuda a aumentar a renda de vários pequenos produtores rurais, uma vez que é um técnica simples, barata e que necessita de pouca mão de obra. Todavia, para o sucesso de um minhocário, é fundamental investimento na alimentação adequada das minhocas e a análise detalhada do ambiente onde será montada a estrutura, sendo fundamental observar a temperatura e a umidade.

Atenção: Caso queira construir um minhocário em sua propriedade e não sabe por onde começar, entre em contato com a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) de sua região.


Por Vanessa Sardinha dos Santos
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Linha do Equador
A linha do Equador recebeu este nome por causa do país?

..................................................

Perímetro
O cálculo do perímetro é mais fácil do que você imagina.

..................................................