Loló

Loló: inalante de fabricação clandestina.
Loló: inalante de fabricação clandestina.
PUBLICIDADE

O loló também é chamado de cheirinho ou cheirinho da loló. Ele é um produto volátil, composto por clorofórmio, éter e essência perfumada; e de fabricação clandestina. Em razão da sua procedência duvidosa, pode conter outras substâncias, capazes de potencializar seus efeitos tóxicos e dificultar o tratamento, em caso de intoxicação aguda.

Ele faz parte do grupo de drogas classificadas como inalantes, uma vez que sua absorção se dá por via pulmonar, a partir da aspiração, pela boca ou nariz. Pesquisas apontam que tais drogas são mais utilizadas por meninos de rua e estudantes; e costumam ser a porta de entrada para outras substâncias.

Seus efeitos são semelhantes aos de outros inalantes, como o lança-perfume: sensações de euforia e bem-estar, e que se encerram rapidamente, convidando a pessoa a aspirar novamente a substância. Fala arrastada, andar vacilante e, em muitos casos, agressividade, também são típicos. Algumas pessoas podem manifestar alucinações, ataques de pânico, e/ou ansiedade aguda; e, em situações mais extremas, convulsões, inconsciência, coma e até mesmo morte.

Arritmia cardíaca, apatia, comprometimento das vias aéreas e sistema respiratório, problemas renais e hepáticos, irritação da pele e mucosas, lesões musculares, dificuldades de locomoção; além de apatia e problemas de memória, em virtude da destruição significativa de neurônios; são os riscos a que pessoas que usam a droga frequentemente estão sujeitas.

O usuário crônico apresenta comportamento típico da dependência, como o desejo de usar a droga a todo o momento e perda de interesse por atividades que outrora eram interessantes. A interrupção abrupta do uso provoca ansiedade, tremores e insônia: sintomas típicos da crise de abstinência.


Por Mariana Araguaia
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Viagem no tempo
Viagens no tempo são apenas ficção ou podem ser reais?

..................................................

Polígonos
Aprenda a classificá-los a partir do número de lados.

..................................................