Tecido conjuntivo

Tendão: tecido conjuntivo denso modelado.
Tendão: tecido conjuntivo denso modelado.
PUBLICIDADE
O tecido conjuntivo é caracterizado pela presença de células, de diversos tipos, na matriz - material este sintetizado por algumas delas. Ela é formada por uma região denominada substância fundamental amorfa e fibras proteicas.

Funções como proteção, sustentação, nutrição, defesa e preenchimento são atribuídas a este tecido, classificado em tecido conjuntivo propriamente dito e em tecidos conjuntivos especiais.

Tecido conjuntivo propriamente dito:

É subdividido em tecido propriamente dito frouxo e denso. O primeiro, de aspecto viscoso, é o mais frequente em nosso corpo, e preenche espaço entre tecidos; nutre células, envolve nervos, músculos e vasos; auxilia no processo de cicatrização e protege contra substâncias e organismos estranhos. Possui três tipos de fibras: colágenas, elásticas e reticulares.

O tecido denso pode ser modelado ou não modelado, de acordo com a disposição das fibras colágenas e células denominadas fibroblastos. O primeiro está presente em tendões e o segundo, na derme.

Tecidos conjuntivos especiais:

São quatro os representantes deste grupo:

O tecido ósseo exerce função de sustentação e funciona como um reservatório de cálcio. Rico em vasos sanguíneos, regenera-se com facilidade. Pode ser compacto ou esponjoso, macroscopicamente falando.

O tecido adiposo possui células com vacúolos de gordura, denominadas adipócitos. Estas armazenam energia, em momentos de indisponibilidade de glicose, protegem órgãos, funcionam como isolantes térmicos e produzem uma gama de hormônios, como a leptina: o hormônio antiobesidade.

O cartilaginoso é firme e possui certa maleabilidade. Sustenta, reveste e auxilia o crescimento de alguns ossos. Não é irrigado e está presente na moleira (em bebês), nariz, epiglote, dentre outros locais.

Finalmente, o tecido hematopoiético é responsável pela formação de plaquetas, glóbulos brancos, glóbulos vermelhos e linfócitos, esses últimos responsáveis pela defesa imunitária. É encontrado na medula óssea, em alguns ossos e em órgãos linfáticos.

Por Mariana Araguaia
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Gráfico de Setores
Como um gráfico de setores deve ser feito? Confira mais!

..................................................

Verbo Pôr
Retire todas suas dúvidas em relação a esse verbo. Clique!

..................................................