Esgrima

Prática da Esgrima
Prática da Esgrima
Por Tiago Dantas
PUBLICIDADE

Entre todos os esportes, a esgrima é um dos mais antigos e tradicionais. Um templo egípcio construído em 1170 a.C já mostrava alguns guerreiros com armas pontiagudas combatendo entre si. Na verdade, naquela época a esgrima não era um esporte, mas sim, uma forma de luta. Algo muito comum em filmes ou desenhos animados é o combate entre pessoas usando espadas na Idade Média. De fato, neste período ela era amplamente utilizada na guerra ou para resolver contendas. Posteriormente, com o descobrimento da pólvora, seu uso para combate foi esquecido, passando a ter um contexto artístico. A esgrima é uma das quatro modalidades esportivas que fizeram parte de todos os Jogos Olímpicos da história.

A regra geral da esgrima é tocar o adversário com uma arma, entretanto, existem três armas diferentes, cada uma com suas regras específicas. O florete é a arma mais leve e também a mais comum; neste caso, vale tocar com a ponta da arma apenas no tronco do adversário e na região ventral. A espada é a arma indicada para pessoas mais altas, uma vez que é utilizada numa posição mais ereta, vertical; além disso, com ela vale tocar em qualquer parte do corpo do adversário. O sabre é a arma mais violenta e ágil; neste caso pode-se tocar somente a região acima da cintura, com exceção das mãos.

Antigamente, as armas eram mergulhadas em tintas com o fim de auxiliar os árbitros a identificar os toques dados. Hoje em dia, são usados fios ligados nas roupas e nas armas dos atletas com esse fim. Em jogos oficiais, vence o atleta que marcar 15 pontos (toques) no adversário ou que fizer mais pontos após três rounds, cada um deles com três minutos de duração.


Por Tiago Dantas
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Imponderabilidade
Saiba o que é a sensação de imponderabilidade.

..................................................

Hepatite C
Fique atento(a) aos principais sintomas dessa doença viral.

..................................................