Existe a quarta lei de Kepler?

A quarta lei de Kepler trata da velocidade dos planetas ao redor do Sol, mas da forma como foi enunciada, ela não é válida.

A quarta lei de Kepler não é válida na forma como foi enunciada
A quarta lei de Kepler não é válida na forma como foi enunciada
Por Joab Silas da Silva Júnior
PUBLICIDADE

As leis de Kepler para o movimento planetário revolucionaram a Astronomia, pois determinam o tipo de trajetória executada pelos planetas ao redor do Sol, a relação entre as áreas varridas pela linha que une o planeta ao Sol em intervalos de tempo iguais e a relação entre raio médio da órbita e tempo de translação de um planeta.

Ao publicar a sua obra Astronomia Nova, em 1609, Johannes Kepler apresentou o que hoje chamamos de lei das órbitas (1ª lei de Kepler) e lei das áreas (2ª lei de Kepler), mas existe outro enunciado nessa obra: a 4ª lei de Kepler!

A lei, que não é válida, diz:

A velocidade de um planeta é, em qualquer instante, inversamente proporcional à sua distância ao Sol”.

Entende-se por velocidade orbital a velocidade que tangencia a trajetória descrita pelo planeta ao redor do Sol. Para que a afirmação acima fosse válida, o vetor velocidade orbital do planeta ao redor do astro maior deveria ser a todo instante perpendicular à linha que une o centro do planeta ao centro do Sol. Como a trajetória de um planeta ao redor do Sol é elíptica, não há tal perpendicularidade, a não ser nos pontos de periélio e afélio. Assim sendo, concluímos que, da forma como foi enunciada a chamada 4ª lei de Kepler, ela não é válida.


Por Joab Silas da Silva Júnior
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Soluções
Revise os seus conhecimentos sobre tipos de soluções.

..................................................

Olho humano
Conheça os nomes das estruturas que formam os olhos.

..................................................