Neutrinos

Neutrinos são partículas subatômicas que possuem massa muito menor que a do elétron, carga elétrica nula e são extremamente abundantes no universo.

A cada segundo, o Sol produz cerca de 60 bilhões de neutrinos por centímetro quadrado
A cada segundo, o Sol produz cerca de 60 bilhões de neutrinos por centímetro quadrado
Por Joab Silas da Silva Júnior
PUBLICIDADE

Depois dos fótons, os neutrinos são o tipo de partícula mais abundante no universo. Essas partículas subatômicas não possuem carga elétrica e são muito menos massivas que um elétron. Produzidas a partir de isótopos radioativos, raios cósmicos ou em reatores nucleares, estima-se que, a cada segundo, 66 bilhões dessas partículas ocupem o espaço equivalente ao da ponta de um dedo da mão de uma pessoa!

Descoberta

A descoberta dos neutrinos está relacionada à compreensão do fenômeno do decaimento beta. Nesse evento, o núcleo instável de um elemento radioativo emite uma partícula beta e, assim, faz com que um nêutron seja “quebrado”, o que altera o número de prótons desse elemento e transforma-o em outro tipo de material.

A compreensão do decaimento beta está ligada à descoberta do neutrino
A compreensão do decaimento beta está ligada à descoberta do neutrino

Ao analisar a energia presente no elétron depois de abandonar o núcleo instável, percebe-se que nem toda a energia é perdida por esse núcleo e carregada por essa partícula. Em 1930, Wolfgang Pauli, físico austríaco, propôs que a energia que faltava deveria pertencer a uma partícula muito leve e sem carga. Algum tempo mais tarde, Enrico Fermi chamou essas partículas de neutrinos, nome que significa “pequenos nêutrons”.

Experimentos realizados por Fred Reines e Clyde Cowan, em 1955, detectaram e comprovaram a existência dos neutrinos.

Qual é a importância dos neutrinos?

Por serem o segundo tipo de partículas mais abundantes, os neutrinos que atingem a Terra a todo instante são provenientes dos primeiros instantes de vida do universo, de fontes extragalácticas, do Sol, raios cósmicos e estrelas.

Compreender o comportamento dessas partículas pode ajudar os cientistas na descoberta das origens e do desenvolvimento do universo e a entender, por exemplo, por que tudo é constituído apenas de matéria quando, no início de tudo, matéria e antimatéria deveriam ter sido produzidas em quantidades equivalentes.

Tipos de neutrinos

Os léptons são partículas subatômicas que não sofrem interação das forças nucleares. Elétrons (e), múons (μ) e taus (τ) são os tipos existentes de léptons e todos eles apresentam a mesma carga elétrica, e o tau é o mais massivo dos três. Para cada tipo de lépton, existe um tipo de neutrino correspondente.


Por Joab Silas da Silva Júnior
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Religião viking
Que tal conhecer aspectos interessantes dessa religião?

..................................................

Estrangeirismo
Afinal, estrangeirismo é mesmo necessário? Leia o nosso artigo!

..................................................