Primeira lei de Kepler

A Primeira lei de Kepler diz que a trajetória dos planetas ao redor do Sol é elíptica, portanto, nossa estrela ocupa o foco da elipse.

A Primeira lei de Kepler diz que a trajetória dos planetas ao redor do Sol é oval
A Primeira lei de Kepler diz que a trajetória dos planetas ao redor do Sol é oval
Por Joab Silas da Silva Júnior
PUBLICIDADE

Johannes Kepler foi um astrônomo alemão que deu importantíssimas contribuições à Astronomia, quebrando paradigmas e demostrando por meio de observações e cálculos astronômicos leis fundamentais que regem o universo.

Por muito tempo, discutiu-se como o universo era estruturado, se a Terra era o centro de tudo, perspectiva denominada de Geocentrismo, ou se o Sol era o centro do Sistema Solar, ideia conhecida como Heliocentrismo. As leis propostas por Kepler trouxeram luz a essa discussão. O astrônomo conseguiu demonstrar que os planetas giravam ao redor do Sol.

Primeira lei de Kepler

A primeira lei de Kepler para o movimento planetário pode ser enunciada da seguinte forma:

Os planetas descrevem órbitas elípticas (ovais) ao redor do Sol, e o Sol ocupa um dos focos da elipse.

A ilustração a seguir, fora de escala, ajuda-nos a compreender melhor essa lei:

Acima temos a Terra, acompanhada da Lua, executando uma trajetória elíptica ao redor do Sol. Vale destacar que:

  • Afélio: Ponto da trajetória mais afastado do Sol;

  • Periélio: Ponto da trajetória mais próximo do Sol.

Observações:

  1. A trajetória da Lua ao redor da Terra também é elíptica. O ponto da trajetória da lua mais próximo da Terra chama-se perigeu, e o ponto mais afastado, apogeu;

  2. A excentricidade das elipses que formam as trajetórias dos planetas ao redor do Sol é próxima de 0, ou seja, a trajetória é quase circular, mas afirmar que as trajetórias são circulares constitui erro.


Por Joab Silas da Silva Júnior
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Religião viking
Que tal conhecer aspectos interessantes dessa religião?

..................................................

Estrangeirismo
Afinal, estrangeirismo é mesmo necessário? Leia o nosso artigo!

..................................................