Teoria do Caos

A Teoria do Caos propõe que pequenas mudanças no início de um evento podem gerar alterações profundas no futuro e tornar, assim, um sistema imprevisível.

O clima é um sistema totalmente caótico em que pequenas alterações podem afetar drasticamente o futuro
O clima é um sistema totalmente caótico em que pequenas alterações podem afetar drasticamente o futuro
Por Joab Silas da Silva Júnior
PUBLICIDADE

A Teoria do Caos propõe que mudanças muito pequenas causadas no início de um determinado evento podem resultar em grandes alterações futuras, portanto, a previsão dos possíveis resultados para esses eventos seria totalmente incerta. A Teoria do Caos pode relacionar-se a eventos meteorológicos, crescimento populacional, funcionamento da bolsa de valores, etc.

Imagine que, a caminho do local de realização da prova do vestibular, você perceba que esqueceu seu documento de identificação. Como não havia tempo para buscar o documento, você não fez a prova e acabou ingressando em outra universidade. O local, as pessoas com as quais conviveu e relacionou-se, bem como as oportunidades de estágio e emprego seriam completamente diferentes se você não tivesse esquecido o documento no dia da prova. Uma pequena falha pode ter mudado o seu futuro a ponto de alterar quem serão seus filhos e netos!

Surgimento da teoria

Em 1960, o então meteorologista do Massachusetts Institute of Technology – Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), Edward Lorenz, percebeu que a falta de algumas casas decimais nos dados fornecidos a um computador que desenvolvia modelos climáticos gerava mudanças drásticas no clima a longo prazo. Alterações inicialmente insignificantes acumulavam-se a ponto de causar profundas mudanças climáticas, de forma que a previsão do tempo a longo prazo não poderia ser determinada. Nas palavras de Lorenz, “o bater das asas de uma borboleta no Brasil pode gerar um furacão no Texas!”.

Na década de 70, o matemático James York e o biólogo Robert May examinaram as propriedades da chamada equação logística, que pode fornecer um modelo do crescimento populacional de uma cidade. Ao mudar pequenos dados nas equações, eles perceberam que os resultados finais alteravam-se significativamente.

Teoria do Caos no cinema

Várias produções cinematográficas retratam a ocorrência da Teoria do Caos. Conheça algumas delas:

  • De Volta para o Futuro (Back to the Future) – 1985: por várias vezes, a Teoria do Caos é retratada na trilogia dirigida por Robert Zemeckis. Um bom exemplo é que a interação de Marty McFly (Michael J. Fox) com seus pais no passado fez com que seu pai desse um soco em Biff Tannen (Thomas F. Wilson), o que alterou de forma significativa o estilo de vida dos McFly no futuro.

  • Efeito Borboleta (The Butterfly Effect) – 2004: Evan Treborn (Asthon Kutcher) viajava no tempo quando lia seus diários de infância. Ao fazer essa viagem, o estudante interagia com seus amigos e parentes. Quando voltava ao presente, ele percebia que tudo estava totalmente alterado. As pequenas alterações que Evan causava toda vez que voltava no tempo criavam bruscas mudanças no futuro.

  • Homem do Futuro – 2011: O físico Zero (Wagner Moura) inventa uma máquina capaz de transportá-lo ao passado. De volta à época da faculdade, Zero interage com sua antiga paixão, Helena (Alinne Morais), e com seus antigos amigos. Na tentativa de mudar o passado e poder ter sua amada no futuro, o cientista provoca inúmeras pequenas alterações que acabam por atrapalhar a vida futura de todos.

Possíveis aplicações para a Teoria do Caos

Por ainda ser recente, a Teoria do Caos é objeto de muitos estudos científicos. Porém, sua maior aplicação pode estar relacionada à compreensão do comportamento de sistemas não lineares e ao entendimento das mudanças climáticas e da mudança na estabilidade de líquidos.


Por Joab Silas da Silva Júnior
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

O que é força?
Você sabia que a força é um tipo de grandeza? Revise!

..................................................

Savanas
Fique por dentro dos aspectos que marcam essa vegetação.

..................................................