Biocombustíveis

Os biocombustíveis são empregados como uma alternativa mais limpa e econômica em relação aos combustíveis fósseis.

Os biocombustíveis são vistos como uma das alternativas aos combustíveis fósseis
Os biocombustíveis são vistos como uma das alternativas aos combustíveis fósseis
Por Rodolfo F. Alves Pena
PUBLICIDADE

Os biocombustíveis são os recursos naturais biológicos de origem não fóssil que podem ser utilizados como fonte de energia por meio de sua combustão. São considerados como uma fonte alternativa ao petróleo, ao carvão mineral e ao gás natural. As principais vantagens dos biocombustíveis estão no fato de serem renováveis e apresentarem índices de poluição mais reduzidos.

Todos os biocombustíveis operam por intermédio da transformação ou queima da biomassa, que, basicamente, corresponde a qualquer material orgânico que possa ser utilizado como fonte de energia. Atualmente, os principais exemplos de biocombustíveis são o etanol, o biodiesel, o biogás e a queima de restos agrícolas em usinas termoelétricas.

Na maioria dos casos, utilizam-se plantas oleaginosas para a produção dos biocombustíveis. A cana-de-açúcar é muito empregada para a produção de etanol no Brasil, ao passo que, em outros lugares, como nos Estados Unidos, a matéria-prima empregada é o milho, que é considerado menos eficiente e ocupa uma maior área agricultável. Além desses recursos, também podem ser utilizados o sorgo, a mamona, a beterraba e outros vegetais.

  • Etanol

O etanol é quase sempre utilizado como combustível automotivo, sendo um dos principais produtos brasileiros na atualidade tanto para exportação quanto para uso interno. Ao mesmo tempo em que é menos poluente, o álcool produzido é uma forma de se estabelecer uma alternativa às oscilações do preço do petróleo no mercado internacional, muito embora o etanol produzido aqui não seja capaz de atender toda a demanda de veículos no país. Entre as desvantagens do etanol, citam-se os grandes volumes de água utilizados em seu cultivo; a necessidade de grandes áreas agrícolas; o desequilíbrio ecológico tanto na produção quanto na descarga de resíduos, entre outros fatores.

  • Biodiesel

O biodiesel, assim como o etanol, também é produzido a partir de plantas oleaginosas. As mais comumente empregadas nesse processo são o girassol, o babaçu, o algodão, o pinhão-manso, a mamona, a soja e outras espécies. O biodiesel é empregado como uma alternativa ao diesel, que é utilizado em veículos como caminhões e tratores e possui, basicamente, as mesmas vantagens do etanol, além de emitir uma quantidade muito baixa de poluentes, em comparação com o combustível de origem fóssil a ele relacionado.

  • Biogás

O biogás, por sua vez, é empregado como alternativa ao gás natural e é basicamente constituído por gás metano, obtido também por meio de processos orgânicos. Ele pode ser produzido a partir do aproveitamento do próprio gás, que é gerado pelos lixões e aterros sanitários a partir de reações anaeróbicas da matéria orgânica que se acumula nesses locais. Outra forma de obtenção de biogás é o uso de biodigestores para processarem dejetos de animais, folhas de árvores e outros restos vegetais.

Os biocombustíveis são de utilização mais viável em países que possuem uma grande extensão territorial e uma elevada disponibilidade hídrica, como é o caso do Brasil, que, ao lado dos Estados Unidos, é o maior produtor mundial do segmento. No entanto, os biocombustíveis ainda estão longe de suprirem a demanda mundial e nacional por combustíveis fósseis, uma vez que, para atender todo o mercado, as áreas agrícolas empregadas para a sua produção deveriam aumentar consideravelmente, o que poderia acarretar severos impactos ambientais.


Por Rodolfo F. Alves Pena
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Linha do Equador
A linha do Equador recebeu este nome por causa do país?

..................................................

Perímetro
O cálculo do perímetro é mais fácil do que você imagina.

..................................................