Coeficiente de Gini

O Coeficiente de Gini é um importante indicador social e econômico que diz respeito à distribuição de renda da população em um determinado local.

O Coeficiente de Gini é um importante indicador socioeconômico
O Coeficiente de Gini é um importante indicador socioeconômico
PUBLICIDADE

O Coeficiente de Gini – ou índice de Gini – é um importante dado econômico, social e demográfico referente à distribuição da renda gerada em um país para a sua população. É uma das ferramentas mais úteis para a análise do grau de avanço da desigualdade social em um determinado local durante um período de tempo em específico. O nome em questão é atribuído ao criador desse instrumento, o estatístico italiano Corrado Gini.

A representação gráfica do Coeficiente de Gini é realizada a partir da chamada curva de Lorenz. No gráfico a seguir, observa-se que, no eixo X, são dispostos os percentuais acumulados da população em ordem de renda crescente. Já no eixo Y, é colocada a renda também em percentuais acumulados.

Gráfico do Coeficiente de Gini com a curva de Lorenz
Gráfico do Coeficiente de Gini com a curva de Lorenz

A linha reta colocada a 45º representa a hipotética situação de um país totalmente igualitário em termos de distribuição de renda, ou seja, em que todos os habitantes possuem a mesma aquisição de renda em termos de distribuição. Dessa forma, quanto mais próxima dessa configuração apresentar-se a curva de Lorenz, menores serão as desigualdades de renda no território analisado.

Em termos numéricos, o índice de Gini é calculado de 0 a 1. O zero (0) representa um país totalmente igual e o 1 representa um país totalmente desigual. Obviamente, quanto menor for o número do Coeficiente de Gini, melhor será a distribuição de renda.

Existem, no entanto, as vantagens e desvantagens do Coeficiente de Gini. Os pontos positivos são: a possibilidade de um cálculo mensurável da distribuição de renda, a facilidade de sua interpretação e a capacidade de comparar diferentes territórios e áreas do espaço geográfico (como a rural e a urbana).

Dentre os pontos negativos, destaca-se o fato de o Coeficiente de Gini medir a desigualdade de renda em termos estáticos, ou seja, não se relaciona à desigualdade em termos de oportunidade. Além disso, não reproduz exatamente a distribuição de renda, podendo haver distorções em generalizações ou em comparações entre países de renda geral muito diferentes.

Por esse motivo, a análise do Coeficiente de Gini precisa ser muito cautelosa, considerando principalmente o contexto no qual o dado está inserido. Afinal, se um país apresenta um bom Coeficiente de Gini, mas oferece um baixo nível de oportunidades à população mais pobre, isso não significa, necessariamente, que exista uma justiça social e econômica.

De todo modo, o Índice de Gini é um indicador importante, servindo para que tenhamos, ao menos, certa noção acerca do quanto a distribuição de renda em um determinado local ou região é justa ou não. Isso, consequentemente, poderá reverberar em ações públicas de melhoria das condições de vida e emprego das populações mais pobres, no sentido de promover mudanças nos eventuais quadros de concentração inadequada de riquezas.


Por Rodolfo F. Alves Pena
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Desnutrição
Fique por dentro das causas e sintomas desse problema.

..................................................

Monômios
Aprenda a resolver operações básicas com essas expressões.

..................................................