Demografia brasileira

A população brasileira vem envelhecendo nos últimos tempos
A população brasileira vem envelhecendo nos últimos tempos
Por Regis Rodrigues de Almeida
PUBLICIDADE

Baseado no último Censo (2010), podemos afirmar que o Brasil tem uma população urbana, jovem, com predominância de pessoas do sexo feminino. O IBGE estima que 84% da população brasileira resida em áreas urbanas, sendo que mais da metade tem idade entre 15 e 64 anos, existindo aproximadamente 96 homens para cada 100 mulheres no país. Além do mais, a população chegou aos incríveis 190 milhões de habitantes. Ressalta-se, porém, que apesar de a população ser jovem, os índices de envelhecimento aumentaram bastante.

Mas, vamos por partes.

A população brasileira cresceu muito nos últimos anos, havendo uma “explosão demográfica”. Para se ter uma ideia, o contingente populacional atual é mais que o dobro de 40 anos atrás. O que explica tal explosão é o crescimento vegetativo ou natural, que é a diferença entre os índices das taxa de natalidade e mortalidade.

No passado, as taxas de natalidade eram altas, o que contribuiu para que a atual população brasileira fosse jovem. Contudo, verificou-se que os índices de natalidade vêm diminuindo, contribuindo para uma mudança no perfil demográfico brasileiro. As pessoas de 0 a 14 anos, por exemplo, representavam 29% total da população em 2000, enquanto que em 2010 diminuiu para 24% do total.

Essa queda das taxas de natalidade pode ser explicada por dois fatores: 1) modo de vida urbano, onde os casais têm menos filhos do que no meio rural; 2) adoção de políticas públicas visando o planejamento familiar, tais como campanhas a favor do uso de preservativos e anticoncepcionais, como também a disponibilização gratuita de cirurgias de ligadura de trompas e vasectomia.

As taxas de mortalidade no Brasil também diminuíram sensivelmente, o que significa melhoria da qualidade de vida da população.

Esses dois fatores, taxas de natalidade e mortalidade, além do aumento da população, contribuíram também para o seu envelhecimento. Há, atualmente, cerca de 14 milhões de idosos no país (7,5% da população), sendo que em 2000 eram apenas 9 milhões (5,9% da população).

Outros indicadores importantes para verificar o padrão demográfico brasileiro e melhoria de sua qualidade de vida são a Expectativa de vida, taxa de mortalidade infantil e grau de escolarização. A expectativa de vida do brasileiro é de 71,7 anos, e vem aumentando nos últimos anos. A taxa de mortalidade infantil do país ainda é considerada alta, de 26%, porém vem diminuindo nos últimos anos. Em relação ao grau de escolarização, 9,6% da população não sabe ler e escrever, um dado também relativamente alto, mas é 4% menor em relação ao ano de 2000.


Por Regis Rodrigues de Almeida
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Religião viking
Que tal conhecer aspectos interessantes dessa religião?

..................................................

Estrangeirismo
Afinal, estrangeirismo é mesmo necessário? Leia o nosso artigo!

..................................................