Alunos Online - Trabalhos Escolares e Educação




Esqueci minha senha

As etapas do processo de formação de um rio

Rio Sucuri em Bonito-MT.
PUBLICIDADE

Genericamente, um rio é um curso de água natural que percorre certo caminho até desaguar em outro rio, lago ou mesmo no mar. Pode ser definido também com o afloramento do lençol freático.

Um rio origina-se a partir do momento que as águas subterrâneas são expelidas ou afloram para a superfície, desse modo vão se acumulando e formam um olho-d’água. Esse possibilita o surgimento de um filete e, em razão das irregularidades do solo (vertentes), começam a escoar suas águas por um extenso percurso até atingir e adquirir a condição de um riacho, depois vai encorpando e torna-se um córrego e, por fim, um regato.

O regato, à medida que escoa suas águas, recebe contribuição de afluentes menores, assim, seu curso se torna mais caudaloso e isso o eleva à categoria de ribeirão. A partir do momento em que o ribeirão adquire certa largura, alcança áreas de topografia plana já na forma de rio.

Rio corresponde a um curso de água que possui a capacidade de se renovar, escoa em razão da declividade influenciado pela força da gravidade. Entretanto, essa significação não abrange com precisão todas as possibilidades de ocorrência de um rio. Isso por que quando se tem um grande volume de água e um relevo plano, surge um lago e não um rio. Se a topografia for modesta, assim como o volume de água, haverá a formação de um banhado e se o relevo for acidentado bruscamente ocorrerá à constituição de uma cascata.


Por Eduardo de Freitas
Sistema de comentários indisponível no momento!
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Finanças
Fique por dentro dos cálculos de estimativa do valor atual.

..................................................

Geometria
Descubra como é feita a soma dos ângulos de um triangulo.

..................................................