Migração pendular

A migração pendular, ou movimento pendular, é uma transferência momentânea, diária, por isso, não é propriamente um tipo de migração.

O movimento diário de ida e volta para o trabalho ou estudo em outra cidade caracteriza o movimento pendular
O movimento diário de ida e volta para o trabalho ou estudo em outra cidade caracteriza o movimento pendular
Por Amarolina Ribeiro
PUBLICIDADE

Migração pendular, ou movimento pendular, é o deslocamento diário de ida e volta de uma cidade para outra que ocorre comumente nos grandes centros urbanos. As pessoas dirigem-se à outra cidade para trabalhar ou estudar.

Esse movimento não é propriamente uma migração, uma vez que as pessoas que o realizam não mudam de seu local de moradia, portanto, não se trata de uma transferência definitiva, mas, sim, momentânea. Pode ocorrer entre cidades, estados ou até entre países. Quando em regiões de fronteira, o deslocamento de trabalhadores de um país para outro é chamado de commuting.

Causas do movimento pendular

  • Urbanização e metropolização, processos que favoreceram a concentração das pessoas em regiões metropolitanas;

  • Segregação urbana – fenômeno caracterizado pela marginalização de determinadas pessoas ou grupos sociais por fatores econômicos, culturais, históricos e até raciais no espaço das cidades;

  • Modernização das redes de transporte, o que permite o deslocamento diário das pessoas que realizam o movimento pendular, seja em transporte coletivo, seja individual;

  • Concentração de universidades e instituições de ensino superior e técnico em determinadas cidades – geralmente capitais e cidades médias;

  • Centralização das atividades produtivas, como as indústrias, comércio e serviços, em determinadas cidades, obrigando os moradores das cidades vizinhas a buscar trabalho nesses centros;

  • Custo elevado dos aluguéis nas grandes cidades. A alternativa encontrada é pagar um aluguel mais barato em uma cidade vizinha e deslocar-se diariamente para o trabalho.

Consequências do movimento pendular

  • Um dos maiores responsáveis pela aglomeração de carros, ônibus e motocicletas em determinados pontos da cidade, no início e no final do expediente, é o movimento pendular. Os engarrafamentos e a lentidão nos horários de pico são consequências desse deslocamento diário;

  • A poluição do ar nos grandes centros urbanos é causada, em especial, pelo grande contingente de automóveis que trafega nas cidades e entre as cidades das regiões metropolitanas. Muitos desses veículos carregam pessoas que realizam o movimento pendular diariamente;

  • O tempo gasto nos deslocamentos tanto no início quanto no final do dia faz com que muitos trabalhadores sejam privados do convívio com seus filhos e familiares. Muitos perdem em qualidade de vida, pois gastam o seu tempo diário no trabalho e no deslocamento, sobrando pouco ou nenhum tempo para se dedicar a outras atividades.


Por Amarolina Ribeiro
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Teoria do Caos
Acesse e entenda o que essa curiosa teoria defende.

..................................................

Níveis tróficos
Conheça o papel de cada nível trófico na cadeia alimentar.

..................................................