Migrações

A questão das migrações e seus tipos é um dos temas mais debatidos na atualidade, embora elas sempre tenham existido na humanidade.

As migrações representam o processo de deslocamento das populações
As migrações representam o processo de deslocamento das populações
Por Rodolfo F. Alves Pena
PUBLICIDADE

A migração representa o deslocamento de pessoas entre uma localidade e outra, podendo existir nas mais diversas escalas – desde uma rua até continentes inteiros – e nas mais diversas modalidades e tipologias. As migrações, de um modo geral, sempre existiram na história da humanidade, porém se intensificaram e ganharam um novo significado com a consolidação do processo de globalização.

As migrações no mundo acontecem pelos mais diversos motivos: religiosos, culturais, bélicos, humanitários, econômicos, político-ideológicos, educacionais, trabalhistas, sanitários e muitos outros. Elas podem ocorrer de maneira voluntária, forçada (como na escravidão ou diáspora) e controlada (quando o Estado controla a saída e a entrada de pessoas). Do ponto de vista da análise, diz-se que são emigrantes aqueles que deixam uma determinada área e imigrantes aqueles que entram em um território específico.

Os principais tipos de migração são:

  • Migração pendular: é o movimento diário realizado pelas pessoas dentro de um espaço geográfico limitado. Exemplo: ir à escola ou ao trabalho.

  • Migração sazonal: é o deslocamento em que a mudança não é fixa e leva um período de tempo relativamente curto, geralmente alguns meses.

  • Transumância: de forma semelhante à migração sazonal, ocorre quando um grupo de pessoas passa uma parte do ano em uma localidade e parte em outra, repetindo o deslocamento anualmente. Exemplos: população do Sertão Nordestino que vai até a Zona da Mata trabalhar no corte de cana durante os meses de colheita e depois retorna à sua região de origem.

  • Êxodo rural: também conhecido como migração campo-cidade, é o deslocamento em massa da população do campo para a cidade em um determinado país ou território.

  • Êxodo urbano: quando a população das cidades migra em massa para as zonas rurais.

  • Migração cidade-cidade ou migração intraurbana: é a migração realizada entre cidades diferentes ou em uma mesma cidade.

  • Nomadismo: é quando as populações deslocam-se continuamente sem uma moradia fixa. É muito rara hoje em dia.

  • Diáspora: é a rápida dispersão de um grupo populacional de um território. Exemplos: diáspora africana (ocorrida por força da escravidão colonial) e diáspora judaica (expulsão dos judeus da Palestina pelo Império Romano).

A classificação das migrações pode mudar conforme o critério adotado, como o tempo de migração, distância, entre outros. O que podemos afirmar é que esse processo provoca inúmeras alterações no espaço geográfico entre os locais de origem e os locais de destino, que podem ocorrer no âmbito econômico, cultural, paisagístico e outros. A migração é uma das mais importantes formas de interação entre os povos tanto ao longo da história quanto na atualidade.


Por Rodolfo F. Alves Pena
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Linha do Equador
A linha do Equador recebeu este nome por causa do país?

..................................................

Perímetro
O cálculo do perímetro é mais fácil do que você imagina.

..................................................