População do Maranhão

Tambor de Crioula: manifestação cultural do Maranhão
Tambor de Crioula: manifestação cultural do Maranhão
Por Wagner de Cerqueria e Francisco
PUBLICIDADE

De acordo com o último Censo Demográfico, realizado em 2010 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população do Maranhão é formada por 6.574.789 habitantes, sendo a quarta maior da Região Nordeste. Esse contingente populacional corresponde a aproximadamente 3,4% da população atual do Brasil.

A densidade demográfica (população relativa) do Maranhão é de 19,8 habitantes por quilômetro quadrado; a taxa de crescimento demográfico é de 1,5% ao ano. Cerca de 50,4% da população maranhense é composta por pessoas do sexo feminino; os homens respondem por 49,6% da população total.

Assim como nas outras unidades federativas do Brasil, a população urbana é maioria no Maranhão (70%). São Luís, capital estadual, é a cidade mais populosa, com 1.014.837 habitantes. Existem outros 216 municípios, sendo que os mais populosos são: Imperatriz (247.505), São José de Ribamar (163.045), Timon (155.460), Caxias (155.129), Codó (118.038) e Paço do Lumiar (105.121).

A população do Maranhão é bastante miscigenada. Os indígenas foram os primeiros habitantes da região e, em seguida, durante o processo de colonização, o estado foi disputado por franceses, holandeses e portugueses. Além dos índios e colonizadores europeus, o Maranhão também recebeu um grande fluxo de escravos africanos, contribuindo para a diversidade étnico-cultural do estado, que possui mais de 700 comunidades quilombolas.

Entre as manifestações culturais de maior destaque no Maranhão estão a festa do bumba meu boi, tambor de crioula e a festa junina. A cidade de São Luís é considerada a capital nacional do Reggae, conhecida carinhosamente como “Jamaica brasileira”.

O estado apresenta diversos problemas socioeconômicos, ocupando o penúltimo lugar no ranking nacional de Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), estando à frente apenas de Alagoas. Os indicadores que contribuem para esse cenário são as altas taxas de mortalidade infantil (36,5 para cada mil nascidos vivos) e de analfabetismo (19%); distribuição desigual de renda; e déficit nos serviços de saneamento ambiental.


Por Wagner de Cerqueria e Francisco
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Algas
Estude os diversos aspectos que caracterizam esses organismos.

..................................................

Força de atrito
Fique por dentro dos diferentes tipos de força de atrito.

..................................................