Comunismo

O comunismo é uma forma de governo que busca amenizar as diferenças entre as classes.

Comunismo, o alcance da sociedade ideal do pensamento marxista.
Comunismo, o alcance da sociedade ideal do pensamento marxista.
Por Rainer Sousa
PUBLICIDADE

As inovações trazidas pela Revolução Industrial conduziram um conjunto de profundas transformações no mundo, a partir do século XVIII. Ao mesmo tempo em que proporcionou um notório desenvolvimento material, a Revolução Industrial e a Sociedade Capitalista ocasionou grandes mudanças sociais. Entre eles podemos destacar o surgimento de duas novas classes sociais: o operariado e a burguesia industrial.

Além de serem duas personagens correntes na ascensão do mundo capitalista, ambos também representaram o estabelecimento de duas classes com diferentes interesses e claros antagonismos. A distinção percebida entre a prosperidade material, o luxo e o conforto dessa nova burguesia e as duras condições de trabalho dos operários passaram a ocupar a atenção de vários pensadores.

Alguns desses intelectuais sugeriram respostas que deram origem ao chamado socialismo. O socialismo é um conjunto de teorias que busca formas de resolver as diferenças sociais estabelecidas pelo mundo capitalista. Entre eles, damos especial destaque aos estudos promovidos por Karl Marx e Friedrich Engles, que juntos promoveram uma nova teoria.

Segundo eles, o materialismo histórico era um pressuposto pelo qual podemos primeiramente entender as feições de uma determinada sociedade. De acordo com tal pressuposto, as condições sócio-econômicas de uma sociedade são determinantes de todos seus aspectos culturais, ideologias, práticas políticas e instituições. No caso das sociedades capitalistas, Marx e Engels tentaram mostrar como seus governos, idéias e costumes são impregnados de formas de pensamento que buscam legitimar a ordem capitalista.

Além disso, o pensamento marxista só admitia profundas transformações em uma sociedade quando o antagonismo entre as suas classes sociais provocasse a luta entre as mesmas. Dessa forma, a luta entre o proletariado e a burguesia seria um evento histórico indispensável para que as configurações da sociedade capitalista se modificassem. Seguindo tal idéia, o marxismo coloca que no momento em que os trabalhadores tomam ciência de todas as mazelas que o capitalismo provoca, a classe operária fica apta a lutar contra os interesses da burguesia que oprime e explora a força de trabalho do operariado.

Depois de vencer o conflito contra a burguesia, os trabalhadores seriam responsáveis por estabelecer uma espécie de governo transitório. Esse governo, controlado pela ditadura do proletariado, tomariam um amplo conjunto de medidas de caráter socialista. Com o desenvolvimento de tais medidas preocupadas em amenizar as diferenças de classe, a sociedade estaria apta a viver sob o regime do comunismo.

O comunismo consistiria em uma nova ordem sócio-econômica onde a necessidade de um governo se tornaria inexistente. Tudo isso porque, segundo o marxismo, em uma sociedade onde as diferenças de classe e a propriedade privada fossem extintas os mecanismos de controle de um governo se tornariam obsoletos. Dessa forma, teríamos formulada a última etapa elaborada pelo pensamento marxista.


Por Rainer Sousa
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Soluções
Revise os seus conhecimentos sobre tipos de soluções.

..................................................

Olho humano
Conheça os nomes das estruturas que formam os olhos.

..................................................