Índia X Paquistão

O fundamentalismo muçulmano e o fundamentalismo hindu movimentam os conflitos entre a Índia e o Paquistão pela incorporação da região da Caxemira
O fundamentalismo muçulmano e o fundamentalismo hindu movimentam os conflitos entre a Índia e o Paquistão pela incorporação da região da Caxemira
PUBLICIDADE

A tensa relação entre Índia e Paquistão, pela disputa da região da Caxemira, teve início a partir da independência da Índia do imperialismo britânico, em 1947. Para entender a disputa pela Caxemira, é preciso ter em mente que, no momento da criação desses dois países (Índia e Paquistão), várias regiões e principados tiveram que optar por integrar uma dessas nações. A religião acentuou as tensões na região: a Índia formou-se basicamente por povos hindus; e o Paquistão, por povos muçulmanos, em sua maioria.

O território correspondente à Caxemira era governado na década de 1940 por um marajá (nobres da Índia) hindu que, por motivos religiosos, incorporou a região à Índia, pois a grande parte da população indiana era hindu. Em 1960, os chineses ocuparam uma parte do leste da Caxemira, que os indianos até hoje reivindicam. Na década de 1980, com o fortalecimento do fundamentalismo religioso muçulmano, tentativas de separação da Caxemira indiana tiveram início, com o apoio do Paquistão. Os líderes do movimento separatista reivindicavam a separação da Caxemira da Índia e a anexação ao Paquistão.

Na década de 1990, os movimentos separatistas e os conflitos se intensificaram na região, em virtude da radicalidade do governo paquistanês e do crescimento do fundamentalismo hindu por parte da Índia. As intensas ameaças pela disputa entre a região da Caxemira intensificaram a corrida armamentista paquistanesa e indiana e a intensa militarização das fronteiras desses dois países.

Tanto a Índia quanto o Paquistão dispõem de armas nucleares. Com isso, constantes ameaças nucleares pairam pelo mundo, que vive sobre a tensão de um possível ataque nuclear na região da Caxemira. Recentemente, o Paquistão abrigava o inimigo público dos Estados Unidos, Osama Bin Laden, que, aliás, foi morto em território paquistanês, no ano de 2011.  

Atualmente, os conflitos e as disputas pela Caxemira estão longe de chegar ao fim. Além das disputas territoriais, outro fator ainda aumenta a tensão acentuadamente na região: as diferenças religiosas entre hindus e muçulmanos.


Por Leandro Carvalho
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Gráfico de Setores
Como um gráfico de setores deve ser feito? Confira mais!

..................................................

Verbo Pôr
Retire todas suas dúvidas em relação a esse verbo. Clique!

..................................................