Pacto Germano-Soviético

Assinatura do Pacto Germano-Soviético em 1939, pelo representante da Alemanha nazista, Hitler, e pelo líder soviético, Stálin
Assinatura do Pacto Germano-Soviético em 1939, pelo representante da Alemanha nazista, Hitler, e pelo líder soviético, Stálin
PUBLICIDADE

Em 1939, antes de começar a Segunda Guerra Mundial, a Alemanha nazista de Hitler e a União Soviética comunista de Stálin assinaram um acordo de paz e não agressão com duração de dez anos (até 1949), entretanto o pacto foi rompido pelos nazistas em 1941. No presente texto iremos analisar o que foi o Pacto Germano-soviético e quais os motivos do seu rompimento pelos nazistas.

Após o período de recessão ocorrido no ano de 1929 com a queda da bolsa de Nova York, a década de 1930 marcou a ascensão do regime nazista, na Alemanha, e fascista, na Itália. Iniciou-se naquele contexto a afirmação dos Estados Totalitários.

No ano de 1937, a Alemanha ocupou a região da Renânia (entre a França e a Alemanha), que de acordo com o Tratado de Versalhes seria uma região sem ocupações militares de nenhuma nação. Em meados de 1939, a Alemanha se encontrava em plena política de expansão territorial - o chamado ‘espaço vital’.

França e Inglaterra, que dirigiam a Liga das Nações (liga responsável pelos acordos de paz entre os países europeus), não fizeram nada para impedir o avanço territorial alemão. No ano de 1938, Hitler anexou a Áustria à Alemanha, logo após a investida sobre a Áustria, os alemães reivindicaram a incorporação dos sudetos, região estratégica do leste europeu que tinha saída para o mar Mediterrâneo. A Alemanha efetivou a incorporação dos sudetos de acordo com a Conferência de Munique (1938). Em 1939, Hitler reivindicou ao governo polonês a região chamada de ‘corredor polonês’ que a Alemanha havia perdido durante o Tratado de Versalhes (1919).

Ainda em 1939, Hitler convocou Stálin para a assinatura de um acordo de paz, um pacto de não agressão entre as duas nações. A União Soviética aceitou o acordo em virtude de ter acusado a França e a Inglaterra de desprezá-la. Sendo assim, a Alemanha e a União Soviética assinaram no ano de 1939 - o Pacto Germano-Soviético, o acordo de não agressão entre as duas nações por um intervalo de dez anos, além disso, o pacto estabeleceu, secretamente, a divisão do território polonês entre os nazistas alemães e os comunistas soviéticos.

No ano de 1939, a Polônia foi invadida e dominada pelos alemães, dando início à Segunda Guerra Mundial. Posterior ao início da guerra, Adolf Hitler, no ano de 1941, rompeu com o Pacto Germano-Soviético, os motivos deste rompimento se deu em relação aos interesses nazistas nas riquezas russas como minério, petróleo, trigo, suprimentos básicos mais essenciais para a manutenção de um exército.

Outro motivo do rompimento nazista com o acordo de paz entre a Alemanha e a União Soviética aconteceu pelo fato de a Alemanha nazista praticar uma política anticomunista (anti-Komintern), já que os russos eram comunistas.

A Alemanha conseguiu vitórias sobre a União Soviética até meados de 1942, quando os soldados alemães já estavam prestes a invadir Moscou, a capital russa. Porém, o exército russo se reestruturou no intuito de derrotar os alemães, foi o que se efetivou no ano de 1943 na Batalha de Stalingrado, onde o exército alemão obteve a primeira grande baixa na Segunda Guerra Mundial.


Por Leandro Carvalho
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Gráfico de Setores
Como um gráfico de setores deve ser feito? Confira mais!

..................................................

Verbo Pôr
Retire todas suas dúvidas em relação a esse verbo. Clique!

..................................................