Bhaskara: resolvendo uma equação completa do 2° Grau

No estudo da álgebra, a fórmula de Bhaskara é utilizada para resolver equações do 2° grau, sejam elas completas ou incompletas.

Aprenda a utilizar a fórmula de Bhaskara para resolver equações do 2° grau
Aprenda a utilizar a fórmula de Bhaskara para resolver equações do 2° grau
PUBLICIDADE

A fórmula de Bhaskara é uma das alternativas de resolução de uma equação do 2° grau. Mas o que poucos sabem é que essa fórmula não foi desenvolvida pelo matemático Bhaskara! Na verdade, Bhaskara encontrou a fórmula para resolver equações do 2° grau em documentos feitos pelo matemático Shidhara provavelmente no século XI. Acredita-se que a fórmula leva o nome de Bhaskara por ter sido ele o primeiro a afirmar que uma equação do 2° grau pode ter dois resultados. Outro matemático famoso por estudar resoluções de equações do 2° grau foi al-Khowarizmi.

Mas o que são equações do 2° grau?

Trata-se de igualdades algébricas caracterizadas pela ocorrência de uma variável com expoente 2. Em geral, podemos dizer que uma equação do 2° grau é da forma ax² + bx + c = 0

A letra x é a incógnita, e as letras a, b e c são números reais que exercem a função de coeficientes. Para que a equação seja do 2° grau, é necessário que a 0. Além disso, se os coeficientes b e c forem nulos (iguais a zero), a equação será incompleta. As equações do 2° grau podem possuir até dois resultados, que são chamados de raízes da equação.

Agora que já sabemos o que é uma equação do 2° grau, vamos utilizar o método de al-Khowarizmi para deduzir a fórmula intitulada como “Fórmula de Bhaskara”. A ideia de al-Khowarizmi é modificar a equação do 2° grau até que ela se torne uma equação de 1° grau. Tome uma equação do 2° grau padrão:

ax² + bx + c = 0

Vamos mudar o coeficiente c para o segundo membro da igualdade:

ax² + bx = – c

Multiplicando ambos os lados da equação por 4a, teremos:

4a.(ax² + bx) = 4a.(– c)

4a²x² + 4abx = – 4ac

Vamos agora adicionar aos dois lados da igualdade:

4a²x² + 4abx + b² = – 4ac + b²

Observe que o primeiro membro da equação é um trinômio quadrado perfeito e podemos reescrevê-lo da seguinte forma:

(2ax + b)² = b² – 4ac

Considerando que o termo b² – 4ac é positivo, podemos extrair a raiz quadrada nos dois lados da equação:

Como a raiz quadrada de um termo ao quadrado é o próprio termo, podemos concluir que:

2ax + b = 

Mas uma raiz quadrada pode ter dois resultados, um positivo e outro negativo. Sendo assim, a equação ficará como:

2ax + b = ± 

Queremos encontrar o valor de x, portanto, precisamos isolá-lo no primeiro membro da igualdade. Dessa forma, b e 2a precisam passar para o segundo membro da igualdade:

2ax + b = ± 

2ax = – b ± 

Usualmente, utilizamos a letra grega Δ (delta) para representar o discriminante da equação b² – 4ac. Mas por que esse nome, discriminante?

Porque o valor de Δ define quantas raízes a equação terá. Observe como o valor de Δ pode influenciar o resultado da equação do 2° grau:

Δ > 0 → a equação terá duas raízes;
Δ = 0 → a equação terá uma raiz;
Δ < 0 → a equação não terá raízes reais.

A partir da fórmula de Bhaskara, foram desenvolvidas as Relações de Girard, muito aplicadas na resolução de equações de 2° Grau.

Veja alguns exemplos de resolução de equações do 2° grau através da fórmula de Bhaskara:

Exemplo 1: x² + 3x – 4 = 0

Os coeficientes da equação são: a = 1, b = 3 e c = – 4. Vamos utilizar esses valores para calcular o valor de Δ:

Δ = b² – 4.a.c
Δ = 3² – 4.1.(– 4)
Δ = 9 + 16
Δ = 25

Como Δ > 0, podemos afirmar que a equação terá duas raízes. Vamos agora utilizar a fórmula de Bhaskara, substituindo o discriminante b² – 4ac por Δ:

x = – 3 ± 25
       2.1

x = – 3 ± 5
       2

Podemos ter dois resultados:

x1 = – 3 + 5 = 2 = 1
       2       2

x2 = – 3 – 5 = – 8 = – 4
   2          2

Portanto, a equação x² + 3x – 4 = 0 possui as raízes x1 = 1 e x2 = – 4.

Exemplo 2: 2x² – 4x = 0

Os coeficientes da equação são: a = 2 e b = – 4. Como c = 0, essa equação é incompleta. Calculemos o valor de Δ:

Δ = b² – 4.a.c
Δ = (– 4)² – 4.2.0
Δ = 16 – 0
Δ = 16

Como Δ > 0, a equação terá duas raízes. Através da fórmula de Bhaskara, temos:

x = – (– 4) ± √16
         2.2

x = 4 ± 4
     4

x1 = 4 + 4 = 8 = 2
     4       4

x2 = 4 – 4 = 0 = 0
    4      4

Portanto, x1 = 2 e x2 = 0 são soluções da equação 2x² – 4x = 0.

Exemplo 3: x² – 2x + 16 = 0

Os coeficientes da equação são: a = 1 e b = – 2 e c = 16. Vamos calcular o valor de Δ:

Δ = b² – 4.a.c
Δ = (– 2)² – 4.1.16
Δ = 4 – 64
Δ = – 60

Como Δ < 0, a equação não possui raízes reais.


Por Amanda Gonçalves Ribeiro
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Cidades Populosas
Veja quais são as cidades mais populosas do Brasil.

..................................................

Área do Losango
Descubra exemplos de como calcular a área do losango!

..................................................