Círculos

Círculos são figuras geométricas formadas pelo conjunto de pontos que apresentam a mesma distância em relação ao centro e aos outros pontos presentes em seu interior.

Ângulos pertencentes ao setor circular de alguns círculos.
Ângulos pertencentes ao setor circular de alguns círculos.
Por Luiz Paulo Moreira Silva
PUBLICIDADE

⇒Um círculo é o conjunto de pontos em que, dados um ponto central O e uma distância r, a distância entre um ponto e o ponto central O deve ser menor ou igual a r.

Em outras palavras, um círculo é uma região plana que apresenta uma circunferência como limite, como mostra a figura a seguir:

Exemplo de círculo

No círculo acima, foram destacados alguns pontos pertencentes a ele e um ponto que está fora dele. Para perceber quais desses pontos pertencem ao círculo, basta determinar quais deles possuem distância menor que r, que é distância entre a borda do círculo e o seu ponto central.

Assim, a distância entre dois pontos é o comprimento do segmento de reta que os liga. Quando esse segmento atravessa a borda do círculo, o ponto em sua extremidade fica de fora dessa figura. Caso isso não aconteça, o ponto é pertencente ao círculo. No exemplo acima, os pontos do círculo são: o próprio O, P, A, B, e C. O único ponto que não pertence a ele é D.

 

Elementos do círculo

⇒ Raio

É a distância entre o centro e a borda de um círculo. Nessa definição, é a medida de r e é comumente representado por essa letra.


⇒ Diâmetro

É o segmento de reta que liga dois pontos pertencentes à borda de um círculo e que passa pelo seu centro. Dessa maneira, o diâmetro sempre terá o dobro da medida do raio.


⇒ Comprimento

O comprimento de um círculo, também chamado perímetro, é igual ao comprimento da circunferência que o limita e pode ser obtido pela seguinte expressão:

C = 2·π·r

A partir do comprimento do raio de um círculo, é possível calcular seu comprimento, pois π tem valor fixo: aproximadamente igual a 3,14.

 

⇒ Área do círculo

A área do círculo é a quantidade de espaço que ele ocupa no plano e pode ser obtida usando a seguinte expressão:

A = π·r2

Assim, conhecendo o raio de um círculo, é possível encontrar sua área.

 

⇒ Setor circular

Setor circular é uma fatia do círculo determinado por dois de seus raios. Por exemplo: a parte clara da figura a seguir é um setor circular e a parte escura, outro.

Setores circulares

Observe que o setor circular mais claro também foi destacado com um ângulo. A partir desse ângulo, é possível descobrir a área do setor circular (x). Para isso, basta usar a área total do círculo (A = π·r2) e o ângulo total do círculo (360º) na regra de três. Dessa maneira, temos:

π·r2 = 360
x         α

360x = α·π·r2

x = α·π·r2
     360

Portanto, pode-se usar a regra de três ou a expressão acima para determinar a medida da área de um setor circular.

 

1º Exemplo – Calcule a área e o perímetro de um círculo cujo raio mede 25 centímetros.

Solução: Como o raio mede 25 cm, basta substituir esse valor na fórmula da área e do comprimento (que é o perímetro do círculo). Para esses cálculos, lembre-se de que π é, aproximadamente, igual a 3,14:

 

A = π·r2

A = 3,14·252

A = 3,14·625

A = 1962,5 cm2

 

2º Exemplo – Calcule a área de um setor circular cujo ângulo central mede 90°.

Solução: Usamos a expressão obtida para x, que representa a área do setor circular.

 

x = α·π·r2
    360

x = 90·3,14·252
     360

x = 3,14·625
    4

x = 1962,5
     4

x = 490,6 cm2 aproximadamente.

 

Note que 90° é um quarto de 360°. Logo, a área do setor circular deve ser um quarto da área do círculo.


Por Luiz Paulo Moreira Silva
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Herbário
Os herbários são importantes no estudo da biodiversidade?

..................................................

Neblina
Afinal, o que é a neblina e como ela se forma? Leia aqui!

..................................................