Carta pessoal

A cartal pessoal é um texto que pode conter linguagem informal ou pessoal, deve-se inserir alguns elementos como: local e data, despedida e assinatura.

A carta é um gênero que costuma obedecer a um padrão fixo, no que se refere a aspectos estruturais
A carta é um gênero que costuma obedecer a um padrão fixo, no que se refere a aspectos estruturais
Por Vânia Maria do Nascimento Duarte
PUBLICIDADE

A carta, assim como tantos outros exemplos que utilizamos em situações comunicativas distintas, integra a diversidade dos chamados gêneros textuais. Dessa forma, dependendo do objetivo pretendido por meio do discurso, temos a carta pessoal, alvo de nossa discussão, cujo intento é de compartilhar fatos do nosso cotidiano com amigos e familiares que não se encontram ao nosso redor. Temos também a carta aberta e a argumentativa – de reclamação ou solicitação – ambas norteadas agora por outra finalidade: a de argumentar acerca de um determinado assunto, procurando fazer com que o receptor realmente se convença de nossa opinião. 

De forma específica, discorreremos acerca das características presentes na carta pessoal, que como o próprio nome nos indica, trata-se de um texto em que poder prevalecer tanto uma linguagem informal, quanto uma linguagem mais padronizada, obedecendo a critérios mais rígidos. No que se refere à sua estrutura, podemos ressaltar que esta costuma obedecer a uma forma fixa, constituída pelos seguintes elementos:

* Local e data – Ambos os elementos aparecem no início da carta, em geral, à esquerda da folha;

* Vocativo – Quando o ressaltamos, logo nos remetemos à ideia de evocação, chamamento. Dessa forma, o emissor sempre se dirige ao receptor por intermédio de termos que revelem cortesia, tais como: Prezado (a), Caro (a), Querido (a), entre outros;

* O texto – Representa o discurso propriamente dito, abordando as ideias principais pretendidas por este;

* Despedida e assinatura – A despedida pode variar de acordo com o grau de intimidade entre os interlocutores envolvidos, podendo ser formal, informal, afetuosa ou até mesmo cerimoniosa.

Outro detalhe importante é que a carta, sendo um instrumento de comunicação, a qual é enviada pelo correio, precisa ser devidamente preenchida, em se tratando do envelope que a conduzirá até ao destinatário. Para tanto, temos que a frente se constitui do nome completo e endereço, inclusive o CEP, do destinatário (a pessoa para a qual ela é enviada), e no verso coloca-se o nome do remetente (a pessoa que a envia), também não se esquecendo dos dados retratados de forma completa.


Por Vânia Maria do Nascimento Duarte
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Pôde ou pode?
Será que apenas uma das expressões está correta?

..................................................

Migrações
Revise os seus conhecimentos sobre esse assunto. Clique!

..................................................