Como escrever bem?

O ato de escrever requer habilidades que vão além da língua escrita.

A habilidade de escrever bem requer o desenvolvimento de habilidades complementares
A habilidade de escrever bem requer o desenvolvimento de habilidades complementares
Por Mariana Rigonatto
PUBLICIDADE

Escrever bem tem sido o grande calcanhar de Aquiles de muitos que se aventuram pelo mundo da língua escrita, não é mesmo? Mas saiba que, seguindo alguns passos e ampliando suas habilidades comunicativas, é possível elevar o nível de seus textos e deixar para trás essa dificuldade de colocar no papel aquilo que você pensa ou fala. Confira, aqui, alguns passos que podem te auxiliar no momento da produção textual!

1 – Leia muito sobre tudo

Pode parecer estranho esse primeiro passo, uma vez que se trata de escrita e não de leitura e intepretação textal. No entanto, a escrita está diretamente relacionada com outras habilidades comunicativas como essa. Afinal, conhecer o assunto, o gênero textual, o tipo textual e o destinatário é fundamental para que seu texto tenha coerência e realize sua função no processo de comunicação de suas ideias. Por isso, LEIA muito sobre tudo relacionado com o assunto do seu texto.

2 – Delimite o seu tema

Ao delimitar o tema você fará um recorte do assunto que irá tratar no seu texto. Isso é muito importante para que sua escrita não aborde de forma superficial uma realidade mais ampla do que o espaço que um texto comporta, ou seja, ao fazer a seleção de uma parte a ser tratada, você garantirá uma abordagem mais concisa, englobando um aspecto que será retirado do contexto geral.

Assim, para delimitar o tema, é necessário conhecer a diferença entre assunto, objeto de estudo e delimitações.

Observe o tema:

“A importância da leitura para uma boa produção textual”

Assunto: Leitura
Objeto de estudo: A importância
Delimitações: para uma boa produção textual

Perceba que, ao fazer a delimitação do tema, saímos de um universo geral para um estudo particular, envolvendo essa generalização. Veja:

Dentro do assunto LEITURA há diversas possibilidades de estudo, por exemplo: A importância da leitura, O uso da leitura, A falta de leitura, A presença da leitura etc. Assim, ao escolher o seu objeto de estudo você fará um recorte e irá direcionar o seu texto apenas para esse aspecto em particular. Dessa forma, temos:

Além disso, é possível analisar esse recorte (objeto de estudo) dentro de determinadas delimitações como: no Brasil, para uma produção textual, na escola etc. Isto quer dizer que delimitar é escolher uma situação, um contexto específico onde o seu objeto de estudo se realizará. As delimitações são normalmente expressas por adjetivos, advérbios e locuções. Veja:

Outros exemplos de delimitação:

"Desafio no combate à homofobia no Brasil"

Assunto: Homofobia
Objeto de estudo: Desafio
Delimitações: no combate, no Brasil

"Inclusão de pessoas com deficiência na sociedade brasileira"

Assunto: Deficiência
Objeto de estudo: Inclusão
Delimitações: de pessoas, na sociedade brasileira

3 – Esquematize seu texto

Após o tema ser delimitado, é hora de fazer uma seleção de ideias sobre ele.

De acordo com o gênero textual escolhido, comece a esquematizar, obedecendo a estrutura textual que o gênero requer e selecione as suas ideias para formar o texto. Lembre-se das leituras iniciais, inspire-se nelas, mas não copie o que você leu. Seja criativo e original!

Assim, se você estiver treinando para o ENEM, você deverá esquematizar um texto dissertativo-argumentativo que contenha uma tese, uma introdução, parágrafos de desenvovimento (2 ou mais) e uma conclusão com proposta de intervenção. Dessa forma, seu esquema deverá abranger todas as partes do gênero escolhido.

4 – Escrita do texto

Esquematizado o texto, é o momento de conectar as ideias.

Agora, é necessário estar atento ao uso de alguns elementos da língua que conferem ao texto uma escrita melhor elaborada, como: recursos estilísticos, elementos coesivos etc., sempre dependendo do gênero textual a ser escrito.

Além disso, tenha sempre em mente o destinatário do seu texto, ou seja, conheça bem quem irá ler a sua produção e busque ser o mais claro possível em suas colocações para que o leitor tenha prazer em realizar essa leitura.

5 – Correção textual e título

Ao finalizar o texto, faça uma lista de itens para verificar, por exemplo: ortografia, pontuação, repetição de palavras, elementos coesivos etc.

Peça a outra pessoa para ler o seu texto e verificar se percebe algum desvio na escrita. Ás vezes, nossa visão fica “poluída” pelo contato excessivo com o texto e, por isso, alguns erros passam despercebidos.

E, finalmente, seja bastante criativo em seu título! Ele é o primeiro contato do leitor com o texto e, por isso, deve chamar a atenção desse, incentivando-o a outras leituras futuras.

Praticando sempre e seguindo esses passos, você atingirá níveis mais apurados na escrita de seus textos. Tenha ótimas produções!


Por Mariana Rigonatto
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Pôde ou pode?
Será que apenas uma das expressões está correta?

..................................................

Migrações
Revise os seus conhecimentos sobre esse assunto. Clique!

..................................................