Escolas literárias

A literatura brasileira é tradicionalmente dividida em escolas literárias. O estudo dessas manifestações abrange os anos de 1500 até os dias atuais.

As escolas literárias facilitam o processo de ensino e de aprendizagem da literatura brasileira
PUBLICIDADE

Você gosta de literatura brasileira?

Se sua resposta for “sim”, certamente você já ouviu falar nas diferentes escolas literárias, não é mesmo? As escolas literárias, também conhecidas como movimentos literários ou estilos de época, dividem a nossa literatura de maneira cronológica, agrupando escritores de acordo com suas características estilísticas e também de acordo com o contexto histórico e social de cada época. Você já deve ter percebido também que a História e a Literatura caminham lado a lado e que o bom escritor sempre deixa refletir os acontecimentos à sua volta naquilo que escreve, afinal de contas, a literatura também pode ser um documento sobre o tempo.

A literatura brasileira é dividida, genericamente, em duas grandes eras, comprovando assim a simbiose entre Literatura e História. A primeira era é chamada de Era Colonial e corresponde à produção entre o Quinhentismo (de 1500 a 1601) e o período de transição (de 1808 a 1836). Durante essa fase, nossas letras podem ser compreendidas a partir do estudo da vertente histórica, uma vez que ainda não possuíamos autonomia literária. Assim, toda cultura aqui produzida sofria com os ecos da cultura lusitana, já que ainda éramos colônia de Portugal. Na Era Colonial, estudamos os seguintes movimentos:

Era Colonial

Quinhentismo (de 1500 a 1601);

Barroco (de 1601 a 1768);

Arcadismo (de 1768 a 1808);

Período de Transição (de 1808 a 1836).

A partir de 1836, a literatura brasileira deu uma verdadeira guinada: teve início a Era Nacional, período que compreende a produção literária que vai do Romantismo à literatura contemporânea. Essa fase diferencia-se da Era Colonial porque pode ser compreendida a partir da análise da vertente estética: os ecos da literatura lusitana ficam cada vez mais fracos, nossos escritores começam a desenvolver um estilo próprio e a mostrar uma preocupação em retratar nossas características culturais, sociais e linguísticas. Conquista-se, enfim, além da independência política, certa autonomia que permitiu o início da construção de nossa identidade literária. Na Era Nacional, estão agrupados os seguintes estilos:

Era Nacional

Romantismo (de 1836 a 1881);

Realismo (de 1881 a 1893);

Simbolismo (de 1893 a 1922);

Modernismo (de 1922 a 1945);

Tendências contemporâneas.

Se você quer conhecer mais sobre a literatura brasileira e seus movimentos literários, então está no lugar certo! Pensando em ajudá-lo(a) a compreender melhor a literatura brasileira, dos primeiros cronistas aos escritores contemporâneos, o Alunos Online preparou uma seção sobre escolas literárias que vai facilitar seus estudos. Aqui você encontrará diversos artigos sobre os estilos que marcaram época em nossas letras e também sobre os escritores mais importantes do nosso país. Esperamos que você aproveite esse momento para aumentar sua bagagem cultural e transformar informação em conhecimento. Boa leitura e bons estudos!


Por Luana Castro Alves Perez
ARTIGOS DE "Escolas literárias"
Confira os artigos da seção Escolas literárias
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Algas
Estude os diversos aspectos que caracterizam esses organismos.

..................................................

Força de atrito
Fique por dentro dos diferentes tipos de força de atrito.

..................................................