Uso dos porquês

O uso dos porquês pode causar dúvidas em muitas pessoas, mas o emprego adequado dessas palavras é só uma questão de entender a sintaxe de nossa língua.

Cada <em>porquê </em>ocupa uma função sintática específica na frase
Cada porquê ocupa uma função sintática específica na frase
PUBLICIDADE

O uso do porquês é um aspecto gramatical que gera inúmeras dúvidas, e não são poucas as pessoas que se embaralham com isso na hora de escrever. Mas esse problema acaba aqui! Este texto tirará todas as suas dúvidas e apresentará todos os esclarecimentos sobre o emprego correto dos porquês.

As quatro formas, porque, por que, porquê, por quê, são possíveis no português, mas elas possuem funções morfológicas diferentes. Pensem comigo: se os porquês são diferentes morfologicamente, uma das formas de distinguirmos as situações de uso de cada um é ter em mente as suas classes gramaticais.

Vejam só:

Porque: é uma conjunção subordinativa causal ou explicativa que faz a união de duas orações. Sinônimos: visto que, uma vez que, pois.

Exemplos: Ela me disse isso ontem porque estava com raiva.

Carlos ligou para Lucinda porque gostaria de convidá-la para sair.

Mônica foi elogiada porque esteve atenta durante todo o curso.

Porquê: é um substantivo comum masculino. Ele deve sempre estar acompanhado de um artigo ou de um pronome. Sinônimos: razão, causa, motivo.

Exemplos:

Ela me disse o porquê dessa briga toda.

Você pode me dizer o porquê desse choro?

Me dê um único porquê para deixar você ir à festa.

Por quê: é a combinação da preposição por com o pronome interrogativo que. Ele sempre aparecerá no final de uma frase. Sinônimos: por qual razão, por qual motivo.

Exemplo:

A sentença está correta? Por quê?

Andar sozinha, por quê? Vai com outra pessoa.

Você ainda não terminou isso por quê?

Por que: há duas possibilidades de uso.

1) combinação da preposição por com o pronome relativo que e tem significado de pelo qual.

Exemplos:

O motivo por que tive aquele ataque é segredo.

Você sabe por que razão não conseguiu outro trabalho.

Ela sabe muito bem por que motivo você não apareceu no horário certo.

2) combinação da preposição por com o pronome interrogativo que e tem significado de por qual motivo, por qual razão.

Exemplos:

Ele gostaria de saber por que você o deixou.

Por que você deixou esta questão em branco?

Por que sua professora não ficará mais no colégio?

Perceberam as diferenças entre eles? Perceberam que classificá-los em suas classes gramaticais auxilia no emprego correto de cada um? Já que colocamos fim às dúvidas, agora, para vocês, o uso dos porquês não é mais um problema.


Por Mariana do Carmo Pacheco
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

O que são fonemas?
Tudo que você precisa saber acerca de fonemas está aqui!

..................................................

Direita e Esquerda
O que significa ser de direita ou esquerda na política atual?

..................................................