Redação em concursos e vestibulares

Na redação em concursos e vestibulares, habilidades específicas são requisitadas
PUBLICIDADE

Imaginar-se diante de uma folha de papel e esperar que as ideias fluam pode ser para muitos uma tarefa não tão fácil assim, sobretudo porque as habilidades requisitadas pela escrita resultam em algo conquistado paulatinamente, cuja prática sinaliza o melhor caminho a ser percorrido. Contudo, apesar de que tais entraves tendem a revelar sua “parcela de contribuição”, temos de enxergá-los não como uma barreira, mas sim como um desafio a ser superado e, consequentemente, conquistado.

Assim, amadurecendo cada vez mais essa ideia, as chances de estarmos preparados para as situações em que temos de dispor dessas habilidades se tornam mais sólidas, mais consistentes. Situações essas que nos fazem acreditar que a importância da linguagem escrita é fator indiscutível, e que ela se faz presente nos mais diversos contextos, tais como numa produção textual manifestada no cotidiano escolar, numa entrevista de emprego, em processos seletivos de uma forma geral, como é o caso dos concursos e vestibulares, entre outras circunstâncias. Por tudo isso, prezado(a) usuário(a), é que nos sentimos na necessidade de abrandar um pouco mais esses inevitáveis temores e criar, então, esse espaço, totalmente reservado a você que deseja estabelecer um pouco mais de familiaridade acerca dos pormenores que norteiam a modalidade em questão, abordando sobre as características linguísticas de cada gênero textual e  partindo do princípio de que, é claro, a escrita resulta num ato social (pois ninguém escreve para si mesmo) e, assim se concebendo, responde a três critérios básicos, demarcados pelo  “porquê de escrever, o que  escrever, para que ou para quem escrever”.

Complementando os reais objetivos que se cumprem ao lhe proporcionarmos essa oportunidade, gostaríamos que algumas considerações se aparentassem bem claras e definidas, justificadas pelo fato de que não basta apenas desenvolvermos esse manejo (sobretudo no que se refere às características linguísticas dos muitos gêneros), torna-se necessário, ainda e sobretudo, adquirirmos potencial, conhecimento e bagagem cultural para assumirmos uma postura firme diante de um determinado assunto, para assim discuti-lo e defendê-lo de maneira clara, coerente e precisa. Equivale afirmar que essa habilidade última se solidifica mediante o hábito da leitura, mediante a prática constante da escrita, a interação acerca do que envolve o espaço social como um todo, assistindo a telejornais, jornais impressos, on-line, entre outros recursos.

Prometemos esticar essa nossa conversa um pouco mais adiante, e assim esperamos, pois, ter contribuído de uma forma ou outra para o aprimoramento de algumas noções e, daqui para frente, para o aperfeiçoamento de tudo que nesse contexto dar-se-á a conhecer!! Não deixe de se interagir, portanto, pois apenas um clique é o bastante para um bom começo!!!I


Por Vânia Maria do Nascimento Duarte
ARTIGOS DE "Redação em concursos e vestibulares"
Confira os artigos da seção Redação em concursos e vestibulares
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Clima tropical
Estude as características desse clima e onde encontrá-lo.

..................................................

Cafeína
Você sabia que a cafeína pode causar dependência? Confira!

..................................................