Registros ou níveis de língua: por dentro da língua portuguesa

Podem ser vários os registros ou níveis de língua. Entre os principais estão os registros popular, familiar, corrente, cuidado e literário.

Familiar, popular e literário são alguns dos diferentes registros da língua portuguesa
Familiar, popular e literário são alguns dos diferentes registros da língua portuguesa
Por Luana Castro Alves Perez
PUBLICIDADE

O que você sabe sobre as variações linguísticas?

A variação linguística é um fenômeno muito interessante que comprova a organicidade da língua. Ao longo da história, a língua portuguesa sofreu diversas transformações até chegar à língua que conhecemos e tão bem falamos nos dias de hoje. Certamente ela continuará evoluindo, posto que é um elemento mutável e propriedade de seus falantes, que a utilizam de diferentes maneiras para alcançar um fim maior: a comunicação.

É interessante observar que na língua portuguesa existem diferentes registros, variações diafásicas que resultam da adequação de seu uso nas diferentes situações comunicacionais, fenômeno que possibilita que um mesmo falante adote diferentes registros em um mesmo dia. Alguns fatores serão determinantes para a escolha do registro a ser empregado, entre eles o grau de familiaridade que temos como nossos interlocutores. Você já observou, por exemplo, que a linguagem por você utilizada com seus amigos é diferente da linguagem que você adota em situações formais? Isso acontece porque somos falantes hábeis, capazes de transitar confortavelmente entre a linguagem culta e a linguagem coloquial e de perceber a pertinência de cada uma delas de acordo com o contexto da comunicação.

É importante observar que a mudança de registro não se verifica apenas no léxico: ela também ocorre nas construções sintáticas e até mesmo na pronúncia das palavras. Que tal conhecer alguns desses registros e as diferenças existentes entre eles? Boa leitura e bons estudos!

Os diferentes registros da língua portuguesa

Registro popular: Esse registro costuma ser associado a grupos socioculturais menos letrados, ou seja, aqueles que foram menos expostos à norma culta da língua portuguesa. É mais comumente encontrado na fala, mas pode ser reproduzido na literatura com a finalidade de caracterizar personagens. É importante ressaltar que esse tipo de variação diafásica não deve ser condenado, bem como é um erro classificar como ignorantes as pessoas que dele fazem maior uso, o que corroboraria com a ideia do preconceito linguístico, tão combatido pela Sociolinguística;

Registro familiar: Corresponde ao tipo de discurso adotado nas situações de informalidade, aqueles momentos em que estamos entre nossos familiares e/ou amigos. No registro familiar, costumamos empregar um vocabulário simples, além de construções sintáticas menos complexas, elementos que dinamizam a comunicação e simplificam a pronúncia e até mesmo a escrita da língua portuguesa (linguagem encontrada nos e-mails pessoais, bilhetes, SMS, nas postagens das redes sociais etc.);

Registro corrente: Esse tipo de registro é muito empregado no cotidiano, sobretudo nas situações em que precisamos nos comunicar com alguém que não conhecemos bem. Nele são encontradas palavras, expressões e construções gramaticais simples e formas verbais de substituição, como vou te pedir em vez de pedir-te-ei (encontrado na norma-padrão), características que configuram uma linguagem que prioriza a comunicação, e não o embelezamento da língua;

Registro cuidado: Tipo de discurso adotado em situações formais ou solenes, quando a intenção do enunciador é impressionar seus interlocutores por meio do cuidado com a linguagem. O registro cuidado costuma ser empregado nos discursos políticos, conferências científicas, entre outros, e preza pela erudição vocabular, pela correta aplicação dos tempos e modos verbais e por uma construção sintática complexa, fatores que evidenciam um preparo anterior do texto;

Registro literário: Linguagem empregada, sobretudo, na literatura, quando escritores apropriam-se de elementos de expressividade com a finalidade de surpreender os leitores. Nesse tipo de registro é muito comum encontrar metáforas, termos raros, neologismos, palavras com cargas semânticas e sintáticas diferentes das convencionais etc. Para melhor compreender o registro literário, é preciso que o interlocutor ou leitor disponha de uma boa capacidade de interpretação textual, caso contrário, a comunicação ficará prejudicada.


Por Luana Castro Alves Perez
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Genocídio
O genocídio é considerado crime contra a humanidade?

..................................................

Ilusão de ótica
Descubra se há relação entre a ilusão de ótica e a matemática.

..................................................