Sujeito simples, sujeito composto e indeterminado

Existem alguns tipos de sujeito, sujeito simples, composto e indeterminado são alguns exemplos.

Cada qual possui características distintas
Cada qual possui características distintas
PUBLICIDADE

Existem alguns tipos de sujeito. Vejamos esse conteúdo de uma maneira diferente, em uma linguagem menos elaborada:

Sujeito simples – é quando na frase existe uma ação sendo praticada por um núcleo no singular ou plural. Mas por que um núcleo? Porque nem sempre o sujeito simples é uma pessoa, pode ser, por exemplo, um grupo (turma, bando, orquestra), um numeral (dois, cinco), um pronome (ele, ela, nós), uma palavra substantivada (o amor, o falar).

Observe a diferença:

1. A criança gostou do seu sorriso. (Quem pratica a ação? A criança: quantos núcleos? Só um: criança.)

2. A criança e a avó gostaram do seu sorriso. (Quem pratica a ação? A criança e a avó: quantos núcleos? Dois: criança e avó.)

Assim, são exemplos de sujeitos simples:

a) A turma já foi embora. (núcleo: turma)
b) Os dois gostaram do filme. (núcleo: dois)
c) Alguém gostaria de ler o texto: (núcleo: alguém)
d) O falar muito às vezes causa problemas. (núcleo: falar)
e) Os ensaios de hoje foram muito cansativos. (núcleo: ensaios)

Sujeito composto - é representado por mais de um núcleo, como vimos acima. Lembre-se que o sujeito sempre está ligado à ação praticada:

a) Ana e Leo gostam um do outro. (núcleos: Ana e Leo)
b) As novelas e propagandas não acrescentam nada à vida. (núcleos: novelas e propagandas)
c) Eu e ele não queremos você chorando mais! (núcleos: eu e ele)
d) As uvas, os morangos e os mamões estão maduros demais! (núcleos: uvas, morangos e mamões)

Sujeito indeterminado – Ocorre quando não conseguimos determinar quem praticou a ação de fato. O sujeito existe, mas não conseguimos identificá-lo. Pode aparecer em duas situações:

1. O verbo aparece na terceira pessoa do plural dentro de um contexto, ou seja, de uma situação em que não foi citado o agente da ação anteriormente. Observe a diferença:

a) Armazenaram a comida em um depósito. (Alguém praticou a ação de armazenar, mas não se sabe quem.)

b) Os alunos fizeram a campanha de doação de alimentos. Então, armazenaram a comida em um depósito na escola. (É possível identificar quem praticou a ação de armazenar: os alunos).

2. O verbo aparece na terceira pessoa do singular e é acompanhado pelo pronome “se” como índice de indeterminação do sujeito, logo, a oração não possuirá objeto direto.

a) Precisa-se de voluntários no hospital.
b) Aluga-se apartamento neste condomínio.
c) Come-se muito bem nesta cidade.


Por Alunos Online
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

O que são fonemas?
Tudo que você precisa saber acerca de fonemas está aqui!

..................................................

Direita e Esquerda
O que significa ser de direita ou esquerda na política atual?

..................................................