Termos relativos ao português brasileiro e ao lusitano - traços peculiares

Independentemente de questões ortográficas, as diferenças são demarcadas pela semântica
Independentemente de questões ortográficas, as diferenças são demarcadas pela semântica
PUBLICIDADE

A pretensão de unificar a grafia entre os países considerados lusófonos data de muito antes desta última reforma ortográfica, válida desde 1º de janeiro de 2009. Em todas elas vale lembrar que os objetivos propostos não obtiveram o sucesso desejado, visto que não vigoraram. A mais recente, por sinal, também vem demonstrando traços de rebeldia, tendo como consequência mais de 17 mil assinaturas: um manifesto contra a implantação, sob a alegação de que ocorrerá “abrasileiramento” da escrita, correndo o risco de extinguir as variantes europeia, africana e brasileira.

Mas enquanto aguardamos o resultado, convém ressaltar que, independentemente de aspectos relacionados à ortografia, o fato é que há uma barreira muito grande que separa alguns termos proferidos no português falado no Brasil e no português falado em Portugal, sobretudo no que diz respeito à semântica por eles representada.

E, por assim dizer, é sempre bom estarmos atentos a esse detalhe, pois, como se sabe, uma viagem a Portugal não é dispensável, não é verdade? Assim sendo, para evitarmos “possíveis” constrangimentos, desde já estabeleceremos uma certa familiaridade com tais fatos. Analisemos, pois, alguns casos que representam esta ocorrência:


Por Vânia Maria do Nascimento Duarte
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Gráfico de Setores
Como um gráfico de setores deve ser feito? Confira mais!

..................................................

Verbo Pôr
Retire todas suas dúvidas em relação a esse verbo. Clique!

..................................................