A Química dos Perfumes

Os perfumes são formados principalmente por uma fragrância (que é a essência ou óleo essencial), por etanol, que atua como solvente, e por um fixador.

As fragrâncias dos perfumes eram inicialmente extraídas dos óleos essenciais de flores, plantas e animais
As fragrâncias dos perfumes eram inicialmente extraídas dos óleos essenciais de flores, plantas e animais
PUBLICIDADE

A palavra “perfume” vem do latim per, que significa “origem de”, e fumare, que é “fumaça”, isso porque o seu uso originou-se provavelmente em atos religiosos, em que os deuses eram homenageados pelos seus adoradores por meio de folhas, madeiras e materiais de origem animal, que, ao serem queimados, liberavam uma fumaça com cheiro doce, como o incenso. O incenso é feito de resinas ou gomas aromáticas, como o olíbano e o bálsamo, que são pulverizadas e, muitas vezes, misturadas com especiarias, cascas resinosas e flores.

Os perfumes são misturas complexas de compostos orgânicos, sendo que essas misturas são chamadas de fragrâncias, que são as essências que promovem um odor agradável. Inicialmente, tais fragrâncias eram provenientes principalmente de óleos essenciais extraídos de flores, plantas, troncos, raízes e de animais selvagens, o que levou alguns destes a quase serem extintos. Para se ter uma ideia, no ano de 1900, 50 mil veados-almiscareiros, animais que habitam a Ásia Central, morreram para que fossem extraídos deles 1400 kg de óleo de almíscar, uma secreção de cor marrom e odor pungente que é excretada por uma glândula localizada no ventre do animal, sendo muito usada em perfumaria.

Felizmente, o avanço da Química propiciou que os cientistas conseguissem identificar com precisão os componentes de tais essências e, com isso, hoje são sintetizadas em laboratório fragrâncias artificiais, que conseguem imitar as fragrâncias naturais e, assim, poupar os animais.

As flores e plantas também são poupadas. Por exemplo, são necessários oito milhões de flores para se conseguir 1 kg de óleo essencial de jasmim! Além disso, o desenvolvimento de fragrâncias sintéticas traz benefícios econômicos para os produtores e consumidores de perfumes, pois como mostra o caso do óleo de jasmim, quando ele é natural, seu preço chega a cinco mil reais, já o sintético chega a custar apenas cinco reais.

Apesar de atualmente a grande maioria das fragrâncias ser sintética, elas não substituem totalmente as fragrâncias naturais.

A extração dos óleos essenciais de origem vegetal pode ser feita por meio de técnicas que levam em conta as propriedades da substância, como a solubilidade, a temperatura de ebulição e a volatilidade. Alguns exemplos de técnicas usadas com essa finalidade são a destilação por arraste de vapor e o uso de solventes orgânicos, como o éter de petróleo.

Após a extração, a essência é analisada por meio de técnicas como espectrometria e cromatografia. Alguns óleos possuem até 30 componentes, sendo que alguns exemplos são os compostos orgânicos do grupo dos fenóis, como o eugenol (óleo de cravo), e do grupo das cetonas cíclicas, como a cis-jamona (óleo de jasmim), muscona (presente no óleo do veado-almiscareiro (Moschus morschiferus)) e a civetona (óleo do civete (Viverra civetta)), do grupo dos alcadienos, como o limoneno (óleo da laranja) e o geraniol (óleo de rosas), entre outros.

Principais componentes de alguns óleos essenciais
Principais componentes de alguns óleos essenciais

Já entre as fragrâncias artificiais estão, por exemplo, o alfa amil cinamaldeído (fragrância artificial do óleo de jasmim), trinitrobutil-meta-xileno (fragrância artificial do almíscar – retirado do veado-almiscareiro), ácido fenilacético (fragrância artificial do óleo da flor de laranjeira), benzoato de metila (fragrância artificial do cravo) e muitos outros.

Além das fragrâncias, os outros dois componentes principais dos perfumes são um solvente e um fixador. Geralmente o solvente utilizado é o etanol, que também possui uma quantidade de água. O fixador é usado para prolongar o efeito do aroma, tendo em vista que ele retarda a evaporação da essência. Podem ser usados também corantes para atribuir uma coloração desejada ao perfume.


Por Jennifer Rocha Vargas Fogaça
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Viagem no tempo
Viagens no tempo são apenas ficção ou podem ser reais?

..................................................

Polígonos
Aprenda a classificá-los a partir do número de lados.

..................................................