Bebidas alcoólicas

As bebidas alcoólicas são produzidas a partir da fermentação dos açúcares de frutas e cereais e podem ser divididas entre as destiladas e as não destiladas.

Existem vários tipos de bebidas alcoólicas
Existem vários tipos de bebidas alcoólicas
Por Jennifer Rocha Vargas Fogaça
PUBLICIDADE

As bebidas alcoólicas possuem em sua composição o álcool comum, cujo princípio ativo é o etanol (CH3 ─ CH2 ─ OH). Elas diferenciam-se umas das outras principalmente pelas matérias-primas utilizadas em suas produções e pelos diferentes teores alcoólicos.

Porém, o processo bioquímico usado na fabricação das bebidas alcoólicas é basicamente o mesmo, que é a fermentação, isto é, o processo em que micro-organismos (leveduras) digerem os açúcares de determinados alimentos, como os cereais e as frutas, e produzem o álcool e o gás carbônico (CO2).

Esse processo é muito antigo e já era feito pelo homem há cerca de 10 mil anos, principalmente para a produção do vinho e da cerveja. Alguns povos que usavam esse processo para fabricar bebidas alcoólicas eram os egípcios, os germanos e os israelitas.

O texto Álcool Combustível ou Etanol mostra como é realizado o processo de produção do álcool em detalhes.

Na Idade Média, os árabes trouxeram para a Europa o processo de destilação, e as bebidas alcoólicas passaram a ser divididas em dois grupos principais: as bebidas alcoólicas fermentadas não destiladas e as bebidas alcoólicas fermentadas destiladas. Veja a diferença entre elas:

* Não destiladas: Obviamente são aquelas que não passam pelo processo de destilação e diferenciam-se das destiladas porque possuem teores alcoólicos relativamente baixos, atingindo o máximo de 15ºGL (15% de álcool). Além disso, as bebidas alcoólicas não destiladas têm o seu sabor e cheiro dependentes da matéria-prima e dos aditivos utilizados no momento da fermentação.

Outros aspectos que interferem na qualidade da bebida é o tempo e a forma de armazenagem.

Exemplos de bebidas alcoólicas fermentadas não destiladas:

* Vinho: é produzido pela fermentação da uva em tonéis de madeira, que impedem que o etanol entre em contato com o oxigênio do ar. Do contrário, haveria a oxidação do etanol, transformando-o em ácido etanoico (ácido acético), o vinagre. Seu teor alcoólico varia de 10ºGL a 14ºGL e os diferentes tipos de vinhos devem-se aos diferentes tipos de uvas utilizados na sua produção.

Tonéis de vinho em adega na Itália
Tonéis de vinho em adega na Itália

* Cerveja: sua matéria-prima é a cevada e o seu sabor e aroma vêm das folhas de lúpulo. Seu teor alcoólico varia entre 3ºGL e 5ºGL.

Chaleira de cobre em cervejaria americana
Chaleira de cobre em cervejaria americana

* Champanhe: proveniente da fermentação do suco de uva na própria garrafa. Seu teor alcoólico é cerca de 11ºGL.

* Destiladas: Depois da fermentação, esse tipo de bebida passa pelo processo de destilação em que há a extração dos vapores que depois são condensados. Esse processo pode ser repetido e o resultado são bebidas alcoólicas com teores mais elevados. Veja alguns exemplos:

* Cachaça (aguardente): proveniente do caldo da cana-de-açúcar. Seu teor alcoólico varia entre 38ºGL e 45ºGL;

Alambique (destilador) para produção de cachaça, bebida que contém alto teor de álcool
Alambique (destilador) para produção de cachaça, bebida que contém alto teor de álcool

* Uísque: proveniente de cereais, como a cevada ou o milho. Seu teor alcoólico varia entre 42ºGL e 48ºGL.

Outros exemplos de bebidas destiladas são o conhaque, o rum e a tequila.

Existem também as chamadas bebidas por misturas, cujo componente principal não é produzido por meio da fermentação. Esse componente principal, que pode ser, por exemplo, leite, suco de frutas ou mel, é misturado com alguma bebida alcoólica que já existia. Alguns exemplos de bebidas por misturas são os licores.

Um último tipo de bebida alcoólica que podemos mencionar são as bebidas destilorretificadas. Elas são originadas do álcool de cereais — álcool com 4% em volume de água que é obtido pela destilação de cereais, como o arroz e o milho, e pela fermentação — e passam por um novo processo de destilação, com o acréscimo de água e aromatizantes. O gim e a vodca são exemplos desse tipo de bebida.

As bebidas destiladas ganharam muito espaço quando foram descobertas porque elas eram mais rápidas do que o vinho e a cerveja para “aliviar” a dor, “dissipar as preocupações” e aumentar a euforia. Na época da Revolução Industrial, o consumo dessas bebidas alcoólicas cresceu ainda mais.

Todavia, o álcool é tóxico e é considerado uma droga que traz muitos prejuízos emocionais, sociais e econômicos. Veja mais sobre os efeitos do álcool no texto “Álcool”.


Por Jennifer Rocha Vargas Fogaça
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Pôde ou pode?
Será que apenas uma das expressões está correta?

..................................................

Migrações
Revise os seus conhecimentos sobre esse assunto. Clique!

..................................................