Calagem

A calagem é a adição de calcário ou cal virgem ao solo com o objetivo de diminuir a acidez e fornecer nutrientes para as plantas, como os íons cálcio e magnésio.

Um caminhão espalhando calcário em pó na terra para melhorar as propriedades do solo, em Lancaster County, Pensilvânia, EUA.
Um caminhão espalhando calcário em pó na terra para melhorar as propriedades do solo, em Lancaster County, Pensilvânia, EUA.
PUBLICIDADE

A calagem é uma etapa do preparo do solo para o cultivo agrícola em que materiais de caráter básico são adicionados ao solo para neutralizar a sua acidez. Os principais sais adicionados ao solo na calagem são o calcário e a cal virgem.

O calcário é obtido pela moagem da rocha calcária e é composto por carbonato de cálcio (CaCO3) e/ou de magnésio (MgCO3). Geralmente, os calcários utilizados para fins agrícolas possuem tanto o cálcio quanto o magnésio, tais como os calcários calcíticos, dolomíticos e magnesianos.

Os calcários calcíticos são aqueles que possuem maior concentração de carbonato de cálcio (CaCO3) e baixo teor de carbonato de magnésio (MgCO3) — abaixo de 10% —, sendo indicados principalmente para solos bastante deficientes em cálcio. O calcário magnesiano possui de 10% a 25% de MgCO3, por isso é indicado para solos com deficiência em magnésio. Já o calcário dolomítico possui teor de MgCO3 acima de 25%, por isso é indicado para a correção de solo com deficiência tanto em cálcio quanto em magnésio.

A cal virgem, por sua vez, é constituída de óxido de cálcio (CaO) e óxido de magnésio (MgO), sendo obtida pela queima completa (calcinação) do carbonato de cálcio (CaCO3).

Os principais objetivos da calagem são:

* Diminuir a acidez do solo;
* Aumentar a produtividade;

Entretanto, como esses objetivos são alcançados? Vejamos uma explicação detalhada sobre cada processo:

* Diminuição da acidez do solo:

A adição do calcário aumenta o pH do solo.

Mas o que é pH mesmo? O pH (potencial hidrogeniônico) mede o grau de acidez de uma solução. A acidez é definida pelo teor de íons hidrônio (H3O+) ou hidrogênio (H+) livres por unidade de volume. A escala de pH varia de zero a 14, em temperatura de 25ºC. Se o pH é menor que sete, o meio é ácido; se é igual a sete, o meio é neutro; e se é maior que sete, o meio é básico.

Assim, o pH do solo refere-se, na verdade, à medida de uma solução aquosa formada quando se mistura uma amostra de solo com água, que é agitada e, depois, passa pela decantação ou filtração. O equipamento normalmente utilizado para indicar exatamente o valor do pH é um peagômetro. Entretanto, podem ser usados também indicadores ácido-base naturais ou artificiais, como uma tira de papel indicador universal ou tornassol vermelho, que não indicam o valor exato do pH, mas pela cor evidenciam se o pH do solo está ácido ou básico.

Medindo o pH do solo (de solução formada por água e solo)
Medindo o pH do solo (de solução formada por água e solo)

Se o valor do pH medido é inferior a seis, então, o solo está ácido. Dessa forma, é indicado o uso da calagem em uma camada do solo entre 0 e 20 cm pelo menos 90 dias antes do plantio. É aconselhável repetir esse processo a cada dois ou três anos.

Homem realizando calagem do solo de modo manual
Homem realizando calagem do solo de modo manual

Quando o carbonato de cálcio é adicionado ao solo, ele reage de vários modos segundo as equações abaixo:



Essas mesmas reações ocorrem com o MgCO3, com a única diferença de que é liberado Mg2+no lugar de Ca2+.

Isso nos mostra que as espécies químicas HCO3-(aq), CO32-(aq) e OH-(aq) podem reagir com os íons H+(aq) do solo ácido e diminuir a sua acidez. O CO32-(aq) atua como uma base fraca, ou seja, a reação de formação do OH- é relativamente lenta e parcial.

Quando se usa a cal virgem agrícola, temos as seguintes equações:

A cal virgem possui caráter de base forte, pois a liberação de OH- é imediata e total. Da mesma maneira, esses íons produzidos neutralizam o H+ da solução do solo, que é o responsável pela sua acidez.

* Aumento da produtividade:

A calagem fornece nutrientes para as plantas, pois, como visto nas equações acima, são liberados no solo Mg2+ e Ca2+. Isso reduz a solubilidade do alumínio, ferro e manganês, que, em grandes quantidades, podem ser tóxicos para as plantas. Além disso, o cálcio e o magnésio maximizam os efeitos dos fertilizantes e aumentam a atividade das bactérias benéficas ao solo porque aceleram a decomposição de resíduos de matéria orgânica, liberando nitrogênio e fósforo, que são nutrientes essenciais para as plantas. Esses nutrientes também são benéficos para os rebanhos e para nós que nos alimentamos desses vegetais.

Um aspecto interessante é que técnicas agrícolas como a da calagem permitiram a expansão da fronteira agrícola para o interior do território brasileiro, sobretudo nas regiões Centro-Oeste e Norte. Leia mais sobre esse assunto no texto Fronteira Agrícola no Brasil.


Por Jennifer Rocha Vargas Fogaça
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Terremotos: Brasil
Pode ocorrer terremotos no Brasil? Resolva essa dúvida!

..................................................

Radioterapia
A utilidade da radioterapia no tratamento de doenças. Saiba!

..................................................