Elementos radioativos

Urânio: utilizado na contrução de reatores nucleares
Urânio: utilizado na contrução de reatores nucleares
Por Líria Alves
PUBLICIDADE

Os elementos químicos são constituídos por átomos. Isótopos são átomos com o mesmo número atômico e diferente número de massa, eles contribuem para a formação dos elementos radioativos: os radioisótopos.
Os isótopos podem se classificar em radioativos e não-radioativos, veja os exemplos:

Urânio:

 238U92    235U92

Os isótopos do elemento Urânio possuem o mesmo número atômico, mas diferentes massas. O Urânio 235 é radioativo e é usado para construir os reatores nucleares e as bombas atômicas.

Hidrogênio:

1H 2H  3H1

O Hidrogênio com massa 1 é o mais abundante na natureza, este não é radioativo. O Hidrogênio com número de massa 2 é radioativo e dá origem às bombas de hidrogênio, já o Hidrogênio com massa 3, ocorre em quantidades menores e é também radioativo.

Cobalto:

59Co27     60Co27

O Cobalto com número de massa 59 é o isótopo natural, já o Cobalto 60 é fabricado de modo artificial pelo bombardeamento do isótopo 59 com nêutrons, é aplicado no tratamento de tumores.

Carbono:

12C6    14C6

O Carbono 12 é o mais comum, o Carbono 14 é um radioisótopo artificial, embora também exista na atmosfera. É denominado de contador radioativo do tempo, através da contagem da meia-vida do carbono (5.600 anos). Esse processo é útil para revelar a idade de plantas, múmias e fósseis.

Os isótopos estão sendo cada vez mais utilizados, e de formas variadas: na agricultura, na engenharia, na medicina, etc.


Por Líria Alves
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Soluções
Revise os seus conhecimentos sobre tipos de soluções.

..................................................

Olho humano
Conheça os nomes das estruturas que formam os olhos.

..................................................