Monóxido de carbono em cozinhas

O monóxido de carbono em cozinhas é liberado na queima incompleta do gás de cozinha.

CO: assassino silencioso em cozinhas
CO: assassino silencioso em cozinhas
PUBLICIDADE

Monóxido de carbono (CO) é um gás inodoro, componente da mistura de resíduos gasosos liberados pela queima incompleta do gás de cozinha, ou gás GLP (gás liquefeito de petróleo). Como o vazamento deste gás é imperceptível, somente após um longo período de exposição a vítima se dá conta de que está sendo intoxicada. Daí pode ser tarde demais, pois a inalação de CO em altas concentrações leva à morte.

Uma quantidade de monóxido de carbono acima de 400 ppm (partes por milhão) pode levar à sintomas de náuseas e convulsões. Uma exposição à concentrações maiores (2 mil ppm), por período de uma hora, resultará em perda de consciência e, em situações mais graves, pode levar o indivíduo a óbito por asfixia.

A concentração de monóxido de carbono influi diretamente nos efeitos tóxicos ao organismo. Mas atenção! A inalação de níveis de CO inferior a 400 ppm são consideradas baixas, contudo, a exposição prolongada pode causar enxaquecas, lentidão de raciocínio, irritação nos olhos e perda de habilidade manual.

Diante deste risco, a presença de exaustores neste ambiente torna-se indispensável. Este eletrodoméstico permite que os gases tóxicos sejam forçados a sair de sua cozinha.


Por Líria Alves
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Desnutrição
Fique por dentro das causas e sintomas desse problema.

..................................................

Monômios
Aprenda a resolver operações básicas com essas expressões.

..................................................