Reações de hidratação de alcenos

As reações de hidratação de alcenos são processos químicos realizados com o objetivo de produzir de forma sintética um álcool.

O etanol pode ser obtido a partir de reação de hidratação de alceno
O etanol pode ser obtido a partir de reação de hidratação de alceno
Por Diogo Lopes Dias
PUBLICIDADE

As reações de hidratação de alcenos são processos químicos nos quais submetemos esse tipo de hidrocarboneto a um meio que contém água, ácido sulfúrico (H2SO4) e aquecimento (Δ).

Os alcenos são compostos orgânicos que possuem uma ligação pi, que, na presença de água, ácido sulfúrico e aquecimento, sofre um rompimento (quebra). Quando a ligação pi é rompida, os dois carbonos nos quais ela estava passam a necessitar de uma ligação.

Equação representando o rompimento da ligação pi de um alceno
Equação representando o rompimento da ligação pi de um alceno

Cada um dos carbonos realiza uma ligação sigma com os íons provenientes da água. O ácido sulfúrico e o calor promovem o rompimento da ligação entre o hidrogênio e a hidroxila da água, como na equação abaixo:

Equação que representa a formação dos íons a partir da água
Equação que representa a formação dos íons a partir da água

Veja a representação da ligação de um carbono ao hidrônio e do outro carbono ao hidróxido (íons provenientes da água):

Interação dos íons livres com a estrutura orgânica
Interação dos íons livres com a estrutura orgânica

Regra de Markovnikov na hidratação de alcenos

De acordo com a regra proposta pelo químico russo Markovnikov, em uma reação de hidratação de alcenos, o hidrônio (H+) é adicionado ao carbono mais hidrogenado, e o ânion hidróxido (OH-1) é adicionado ao carbono menos hidrogenado.

Fórmula estrutural de alceno qualquer
Fórmula estrutural de alceno qualquer

No alceno geral acima, temos o carbono 1 com 2 hidrogênios e o carbono 2 com 1 hidrogênio. Assim, segundo a regra de Markovnikov, o cátion H+ será adicionado ao carbono 1 e o grupo hidróxido (OH-) será adicionado ao carbono 2.

→ Situações da hidratação de alcenos que fogem à regra de Markovnikov

Quando os carbonos da ligação pi possuem a mesma quantidade de hidrogênios, devemos analisar a complexidade ou a quantidade dos ligantes (radicais).

Quanto mais radicais ou quanto maior for o radical ligado ao carbono da ligação dupla, teremos um efeito indutivo positivo que simulará uma grande quantidade de hidrogênios, ou seja, esse carbono receberá o hidrogênio proveniente da água.

Por exemplo:

Fórmula estrutural de um alceno ramificado
Fórmula estrutural de um alceno ramificado

No alceno acima, temos dois radicais metil ligados ao carbono 2 e, no carbono 3, temos dois radicais etil. Logo, em uma reação de hidratação, o carbono 2 receberia o H+ e o carbono 3 receberia o OH-.

→ Possíveis produtos da hidratação de alcenos

Independentemente do alceno que for utilizado na reação de hidratação, o produto final sempre será um álcool. Porém, nem sempre o mesmo tipo de álcool será formado. Os produtos que podem ser originados em uma reação de hidratação de alcenos são:

  • Álcool primário (possui o grupo OH em um carbono primário)

  • Álcool secundário (possui o grupo OH em um carbono secundário)

  • Álcool terciário (possui o grupo OH em um carbono terciário)

O tipo de álcool formado dependerá do alceno que estiver sofrendo o processo de hidratação. Exemplos:

Hidratação do eteno

Fórmula estrutural do eteno
Fórmula estrutural do eteno

Quando o eteno é adicionado a um meio com água, ácido sulfúrico e aquecimento, sua ligação é rompida e os íons hidrônio (H+) e hidróxido (OH-) são formados a partir da água. Como cada um dos carbonos que possuíam a ligação pi necessita de uma nova ligação, um deles recebe o H+, e o outro recebe o OH-.

Equação química que representa a hidratação do eteno
Equação química que representa a hidratação do eteno

Todos os carbonos do eteno hidratado são primários, logo, essa reação forma um álcool primário.

Hidratação do but-2-eno

Fórmula estrutural do But-2-eno
Fórmula estrutural do But-2-eno

Quando o but-2-eno é adicionado a um meio com água, ácido sulfúrico e aquecimento, sua ligação é rompida e os íons hidrônio (H+) e hidróxido (OH-) são formados a partir da água. Como cada um dos carbonos que possuíam a ligação pi necessita de uma nova ligação, um deles recebe o H+, e o outro recebe o OH-.

Equação química que representa a hidratação do but-2-eno
Equação química que representa a hidratação do but-2-eno

Os dois carbonos que realizam a ligação pi apresentam a mesma quantidade de hidrogênios e estão ligados a um grupo metil (CH3). Assim, não importa qual deles receberá o cátion ou o ânion, pois o produto final será o mesmo.

Todos os carbonos do eteno hidratado são secundários, logo, essa reação forma um álcool secundário.

Hidratação do 2-metil-pent-2-eno

Fórmula estrutural do 2-metil-pent-2-eno
Fórmula estrutural do 2-metil-pent-2-eno

Quando o 2-metil-pent-2-eno é adicionado a um meio com água, ácido sulfúrico e aquecimento, sua ligação é rompida e os íons hidrônio (H+) e hidróxido (OH-) são formados a partir da água.

Nesse alceno, o carbono 2 não possui nenhum hidrogênio e o carbono 3 apresenta um. Logo, em uma reação de hidratação, o carbono 2 recebe o OH- e o carbono 3 recebe o H+.

Equação química que representa a hidratação do 2-metil-pent-2-eno
Equação química que representa a hidratação do 2-metil-pent-2-eno

Como o OH foi adicionado a um carbono terciário, logo, temos um álcool terciário.


Por Diogo Lopes Dias
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Pôde ou pode?
Será que apenas uma das expressões está correta?

..................................................

Migrações
Revise os seus conhecimentos sobre esse assunto. Clique!

..................................................