Solubilidade das bases

A solubilidade das bases diz respeito à boa dissolução ou não dessas substâncias em água.

O hidróxido de sódio é um exemplo de base solúvel em água
O hidróxido de sódio é um exemplo de base solúvel em água
Por Diogo Lopes Dias
PUBLICIDADE

Bases inorgânicas são compostos iônicos que apresentam um metal (com exceção do hidróxido de amônio, NH4) ligado a um grupo hidroxila (OH). Porém, o fato de serem iônicas não quer dizer que elas tenham necessariamente boa solubilidade em água.

A solubilidade das bases está diretamente relacionada com a família periódica do metal ligado ao grupo hidroxila (OH). Assim, para conhecer o grau de solubilidade de uma base, é necessário conhecer a família do metal presente em sua fórmula.

Quanto à solubilidade, as bases podem ser classificadas em:

→ Solúveis:

Bases que apresentam uma excelente solubilidade em água. São solúveis apenas as bases que possuem metais alcalinos (IA) e o cátion amônio (NH4) em sua constituição. Os metais alcalinos são:

  • Sódio (Na)

  • Potássio (K)

  • Rubídio (Rb)

  • Césio (Cs)

  • Frâncio (Fr)

Abaixo seguem alguns exemplos de fórmulas de bases solúveis:

  • Hidróxido de sódio (NaOH)

  • Hidróxido de potássio (KOH)

  • Hidróxido de lítio (LiOH)

→ Pouco solúveis:

Bases que apresentam uma pequena solubilidade em água. São pouco solúveis apenas as bases que possuem metais alcalinoterrosos (IIA) em sua constituição. Os metais alcalinoterrosos são:

  • Cálcio (Ca)

  • Estrôncio (Sr)

  • Bário (Ba)

  • Rádio (Ra)

OBS.: Os elementos Berílio e Magnésio pertencem à família dos metais alcalinoterrosos, mas a solubilidade de suas bases é mais baixa do que a de todos os outros elementos dessa família.

Abaixo seguem alguns exemplos de fórmulas de bases pouco solúveis:

  • Hidróxido de rádio [Ra(OH)2]

  • Hidróxido de bário [Ba(OH)2]

  • Hidróxido de cálcio [Ca(OH)2]

→ Praticamente insolúveis:

Bases que praticamente não se dissolvem em água. São praticamente insolúveis todas as bases que não apresentam metais alcalinos e alcalinoterrosos em sua constituição.

Abaixo seguem alguns exemplos de fórmulas de bases praticamente insolúveis:

  • Hidróxido de alumínio [Al(OH)3]

  • Hidróxido de prata (AgOH)

  • Hidróxido de ferro II [Fe(OH)2]

Conhecer a solubilidade de uma base é um passo importante para determinar sua capacidade de dissociação, já que solubilidade e dissociação são propriedades físicas que se inter-relacionam.

A dissociação (força) de uma base é a capacidade que ela tem de liberar íons em água. Se for uma base forte, ela liberará uma grande quantidade de íons em água; se for uma base fraca, liberará uma pequena quantidade de íons em água.

Assim, quanto maior a solubilidade de uma base, maior será sua tendência de liberar íons. Veja alguns exemplos de bases solúveis e pouco solúveis que não apresentam boa dissociação:

  • Hidróxido de amônio (NH4OH)

  • Hidróxido de berílio [Be(OH)2]

  • Hidróxido de magnésio [Mg(OH)2].


Por Diogo Lopes Dias
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Teoria do Caos
Acesse e entenda o que essa curiosa teoria defende.

..................................................

Níveis tróficos
Conheça o papel de cada nível trófico na cadeia alimentar.

..................................................