Solubilidade dos sais

A solubilidade dos sais está relacionada com a capacidade desse composto de se dissolver em água.

O cloreto de sódio é um sal solúvel em água
O cloreto de sódio é um sal solúvel em água
Por Diogo Lopes Dias
PUBLICIDADE

Sais são substâncias de caráter iônico formadas pela ligação de um metal com um ametal. O seu representante mais conhecido é o cloreto de sódio (NaCl). A fórmula química de um sal pode ser representada de forma genérica por:

XY

X é um cátion originado a partir de um metal e Y é um ânion qualquer (simples ou composto).

Neste texto vamos dar ênfase na solubilidade dos sais, que, muitas vezes, é atribuída a eles de forma errada. Como o cloreto de sódio é utilizado diariamente, as pessoas pensam que todo sal se dissolve em água como ele, mas não é bem assim.

Em relação à solubilidade, os sais podem ser:

  • Solúveis (aqueles que apresentam boa solubilidade em água);

  • Praticamente insolúveis (aquele que apresentam baixíssima solubilidade em água).

Para identificar se um sal é solúvel ou praticamente insolúvel, é interessante conhecer a tabela referente à solubilidade dos sais. Nela temos a relação entre os possíveis cátions e ânions que formam um sal.

Tabela de solubilidade para sais relacionando ânion e cátion
Tabela de solubilidade para sais relacionando ânion e cátion

Veja alguns exemplos de classificação de sais em relação à solubilidade.

Exemplo 1: Fosfato de chumbo II [Pb3(PO4)2]

Sal praticamente insolúvel

O sal recebe essa classificação quanto à solubilidade porque o elemento Chumbo (Pb) pertence à família IVA e o ânion fosfato (PO4-3) só forma sal solúvel quando apresenta o cátion amônio (NH4+) ou elemento da família IA.

Exemplo 2: Carbonato de sódio (Na2CO3)

Sal solúvel

O sal recebe essa classificação quanto à solubilidade porque o elemento Sódio (Na) pertence à família IA e o ânion carbonato (CO3-2) só forma sal solúvel quando apresenta o cátion amônio (NH4+) ou elemento da família IA.

Exemplo 3: Sulfato de cálcio (CaSO4)

Sal praticamente insolúvel

O sal recebe essa classificação quanto à solubilidade porque o metal presente nele é o Cálcio (Ag). Além disso, o ânion sulfato (SO4-2) forma sal praticamente insolúvel sempre que está acompanhado de um dos seguintes cátions: Ag+1, Pb+2, Hg2+2, Cu+1 e os da família IIA (menos o elemento Magnésio).

Exemplo 4: Nitrato de ferro III [Fe(NO3)3]

Sal solúvel

O sal recebe essa classificação quanto à solubilidade porque o ânion nitrato (NO31) só forma sal solúvel, independentemente do cátion do qual ele estiver acompanhado.

Exemplo 5: Cloreto de prata (AgCl)

Sal praticamente insolúvel

O sal recebe essa classificação quanto à solubilidade porque o metal presente nele é a Prata (Ag) e o ânion cloreto (Cl-1) forma sal praticamente insolúvel sempre que está acompanhado de um dos seguintes cátions: Ag+1, Pb+2, Hg2+2 e Cu+1.

Exemplo 6: Acetato de magnésio [Mg(H3C2 O2 )2].

Sal praticamente solúvel

O sal recebe essa classificação quanto à solubilidade porque o metal presente nele é o Magnésio (Mg) e o ânion acetato (H3C2 O2 -1) forma sal praticamente insolúvel sempre que está acompanhado de um dos seguintes cátions: Ag+1 e Hg2+2.


Por Diogo Lopes Dias
DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Genocídio
O genocídio é considerado crime contra a humanidade?

..................................................

Ilusão de ótica
Descubra se há relação entre a ilusão de ótica e a matemática.

..................................................