Alunos Online


Auxina

A auxina é um importante hormônio vegetal que atua, entre outras funções, promovendo a dominância apical e controlando respostas trópicas.

Por: Vanessa Sardinha dos Santos Ao retirarmos a gema apical, quebramos a dominância apical e, com isso, as gemas laterais desenvolvem-se

Ao retirarmos a gema apical, quebramos a dominância apical e, com isso, as gemas laterais desenvolvem-se

Diversas são as substâncias que influenciam no crescimento e desenvolvimento de uma planta. Assim como nos animais, as plantas possuem suas atividades reguladas por hormônios, ou fitormônios.

A auxina é um importante hormônio vegetal que atua regulando o crescimento e desenvolvimento da planta. É produzida em folhas jovens e primórdios foliares, sendo também encontrada em sementes, flores e frutos.  Sua movimentação dentro da planta é lenta e ocorre normalmente nas células parenquimáticas associadas aos vasos condutores. Seu tipo mais comum é o AIA (ácido indol-3-acético).

Esse fitormônio atua inibindo o crescimento das gemas laterais e promovendo a dominância apical.  Isso pode ser percebido ao podarmos uma planta. Se cortarmos o seu ápice, ela passará a desenvolver os ramos laterais, uma vez que a dominância apical foi quebrada. Se na planta podada for aplicada auxina, as gemas laterais serão novamente inibidas.

Outra função importante da auxina diz respeito ao fototropismo, um curvamento da planta em direção à luz. A auxina migra para a região onde não há iluminação e promove o alongamento dessas células, fazendo com que a planta se curve em direção à luz. A auxina também atua no gravitropismo, que é uma resposta à gravidade.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Observe a movimentação da auxina para as áreas não iluminadas
Observe a movimentação da auxina para as áreas não iluminadas

A abscisão de folhas, flores e frutos pode ser prevenida através da auxina. Aparentemente, enquanto o etileno atua estimulando, a auxina atua prevenindo a abscisão. Observou-se que a auxina reduz a sensibilidade ao etileno das células na zona de abscisão. Essa característica é importante economicamente, pois se pode evitar a queda de frutos antes da fase da colheita.

A auxina também estimula a formação de frutos. A semente apresenta grande quantidade de auxina, que estimula o crescimento da parede do ovário. Esse hormônio também é relacionado com a produção de frutos partenocárpicos, ou seja, frutos que são formados sem a fecundação.

Além dessas funções, as auxinas auxiliam, ainda, promovendo a atividade do câmbio vascular, responsável pelo crescimento secundário da planta. Atuam também na diferenciação dos tecidos vasculares e na formação de raízes em estacas.

Existem também auxinas sintéticas, ou seja, produzidas pelo homem em laboratório. Elas são usadas principalmente para controlar o aumento de plantas daninhas em lavouras.