Alunos Online


Bruxismo

Bruxismo é um distúrbio caracterizado principalmente pelo ranger de dentes.

Denominamos de bruxismo o ranger e cerrar dos dentes, incluindo-se também o apertar de dentes, provocados por movimentos não funcionais dos músculos da mastigação. É um distúrbio comum na população em geral, sendo que pesquisas apontam que mais de 80% das pessoas já apresentaram episódios de ranger os dentes pelo menos uma vez em toda vida. Vale destacar que na grande maioria dos casos a pessoa não tem consciência do bruxismo, sendo relatado principalmente por familiares.

Podemos classificar o bruxismo em dois tipos: o diurno e o noturno (ou do sono). O diurno é considerado semi-involuntário, já o noturno é totalmente involuntário, sendo mais comum na infância.  O bruxismo diurno é considerado menos significativo que o noturno, pois não causa grandes danos, uma vez que se apresenta normalmente na forma de aperto, e não de ranger, como o noturno.

O bruxismo noturno parece ter algum fator genético, apesar de não serem encontrados indícios reais sobre esse fato, uma vez que filhos de portadores possuem um maior risco de desenvolver o distúrbio.

Podemos classificar o bruxismo em dois tipos: o primário, sem causa aparente, e o secundário, quando é resultado de algum problema psíquico, neurológico (como a doença de Parkinson) ou de uso de medicamentos.

Fatores como estresse, hiperatividade, tensão emocional, raiva e frustação estão entre as principais causas que podem desencadear o bruxismo e, por isso, os aspectos psicológicos devem ser avaliados durante o tratamento. O uso de álcool e drogas, como a cocaína e o ecstasy, pode também desencadear esse distúrbio.

Pessoas que apresentam bruxismo geralmente se queixam de dor nos dentes, hipersensibilidade, dores de cabeça, ferimentos na língua, rigidez da mandíbula pela manhã, dor ao mastigar, entre outros sintomas. Os dentes apresentam-se normalmente com grande sinal de desgaste, às vezes com a exposição da dentina. São comuns casos em que ocorre a destruição de ossos, fraturas e má oclusão grave.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O bruxismo não é um problema que afeta apenas o paciente, os companheiros normalmente se queixam a respeito do barulho causado pelo ranger dos dentes. Vale destacar que o bruxismo pode ou não produzir sons.

O diagnóstico é feito a partir do relato do paciente sobre dores no músculo da face, bem como o relato por ele ou familiares do ranger de dentes. Para se complementar o diagnóstico, é comum observar se há o desgaste dos dentes. Existe ainda o exame chamado polissonografia (ou exame do sono), que permite registrar o ranger do dente durante o sono.

Ainda não existe um tratamento eficaz contra o bruxismo noturno, sendo normalmente empregadas técnicas que diminuem o problema. Dentre essas técnicas, podem-se citar relaxamento, controle do estresse, evitar café, chocolate e álcool antes de dormir, além de deitar apenas quando sentir sono. Tratamentos odontológicos são essenciais em razão do profundo desgaste que o problema pode causar. Dentre os tratamentos odontológicos, destaca-se o uso de placas para dormir que protegem os dentes da deterioração.

Vários aspectos do bruxismo ainda não foram bem elucidados, portanto, estudos são fundamentais para se conhecer as causas reais desse distúrbio, bem como testar tratamentos mais eficazes para esse problema.

O bruxismo noturno é caracterizado pelo ranger de dentes

O bruxismo noturno é caracterizado pelo ranger de dentes

Por: Vanessa Sardinha dos Santos