Alunos Online


Células vegetais

Por: Mariana Araguaia Células vegetais visualizadas em microscópio de luz.

Células vegetais visualizadas em microscópio de luz.

As células vegetais, assim como as animais, são eucarióticas, ou seja, apresentam-se com tamanho e complexidade maiores que as células procarióticas, tendo o núcleo definido por uma membrana denominada carioteca. Seus citoplasmas são constituídos, dentre outros componentes, por uma rede de tubos e canais membranosos, contendo organelas - como as mitocôndrias e complexo golgiense - distribuídas em sua extensão.

Entretanto, células vegetais não possuem lisossomas, centríolos ou flagelos; seus núcleos geralmente se encontram deslocados para a periferia celular; e possuem algumas estruturas que não estão presentes nas células animais. São elas:

- Parede celular: envoltório externo espesso e resistente que pode conter, além de celulose, lignina ou suberina. Revestindo a membrana plasmática, é ela que confere ao vegetal sua rigidez característica.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

- Plasmodesmos: são tubos bastante finos que atravessam os poros presentes nas paredes das células, fazendo com que estas tenham contato umas com as outras.

- Vacúolos: os vacúolos contêm íons orgânicos, sacarose, aminoácidos dentre outros componentes, como enzimas digestivas. Eles armazenam, além de moléculas energéticas, pigmentos e, ainda, substâncias potencialmente prejudiciais ao vegetal.

- Plastos: organelas citoplasmáticas que podem conter pigmentos (cloroplastos e cromoplastos), ou armazenar amido (leucoplastos). Cloroplastos são responsáveis pela fotossíntese; os cromoplastos, pelas cores de certas estruturas vegetais; e leucoplastos, pelo armazenamento de fonte energética.

Aproveite para conferir a nossa videoaula relacionada ao assunto: