Alunos Online


Centríolos

Os centríolos são organelas celulares cilíndricas e ocas. Estão presentes em quase todas as células eucariotas. Os seres vivos que não apresentam os centríolos em seu citoplasma são as células das angiospermas e algumas gimnospermas, como os pinheiros. Neste caso, essas células apresentam o centrossomo no lugar dos centríolos.

Os centríolos são compostos por nove conjuntos de três microtúbulos cada, e eles se mantêm unidos por meio de proteínas adesivas, as dineínas. No citoplasma, localizam-se próximos ao núcleo celular. Eles participam do processo de divisão celular das células animais, e têm a capacidade de se autoduplicar antes da célula começar a se dividir. Os centríolos também participam da formação dos cílios e flagelos.

Durante a formação do fuso acromático na divisão da célula animal, os centríolos migram para os polos da célula. Em cada polo da célula, os centríolos emitem projeções filamentosas, os microtúbulos, que se aderem ao centrômero dos cromossomos. Após isso, realizam a separação dos cromossomos homólogos ou das cromátides irmãs.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Os centríolos também estão presentes na formação dos cílios e flagelos que são estruturas encontradas em seres multicelulares e também protistas. Estes animais utilizam essas estruturas para se movimentar ou para revolver o líquido em que estão submersos. Tanto cílios como flagelos são compostos por microtúbulos advindos dos centríolos que se alongaram na periferia da célula durante a divisão celular  e são envoltos pela membrana plasmática. Os cílios são mais curtos e em maior número, enquanto os flagelos são longos e menos numerosos.

Os centríolos são estruturas simples, mas indispensáveis para a célula.

Os centríolos são indispensáveis para a célula

Os centríolos são indispensáveis para a célula

Por: Paula Louredo Moraes