Alunos Online


Classificação dos platelmintos

Os platelmintos são animais de corpo vermiforme, ou seja: longo e esguio; e também achatado. Alguns são de vida livre e outros, parasitas.

Os indivíduos do Filo Platyhelminthes pertencem a três classes:

Classe Turbellaria

A maioria desses animais é aquática. De vida livre, possuem pele rica em glândulas que secretam muco, e coberta por cílios na região ventral.

Seus representantes, as planárias, possuem sistema digestório incompleto, sistema excretor e sistema nervoso com dois gânglios cerebrais ligados a dois cordões nervosos. Sua respiração é cutânea.

Hermafroditas, podem se reproduzir tanto assexuadamente quanto de forma sexuada.  Nesta, ocorre fecundação recíproca, ou seja: troca de espermatozoides entre dois indivíduos, e com desenvolvimento direto. Já na reprodução assexuada, novos indivíduos surgem a partir da regeneração de partes do animal que foram previamente divididas em segmentos.


Classe Trematoda

Essa classe é representada por parasitas externos (ectoparasitas) ou internos (endoparasitas). Com corpo revestido por cutícula resistente, alguns são ainda dotados de ganchos e/ou ventosas, auxiliando em sua fixação no corpo do hospedeiro.

No caso dos esquistossomos, como o Schistosoma mansoni, os machos são maiores que as fêmeas, e possuem em seu corpo um sulco responsável por abrigá-las durante a cópula. Os ovos fecundados tem desenvolvimento indireto, ou seja: passam por estágio larval antes de adquirirem forma adulta.

Quanto às fascíolas, elas são hermafroditas, e também possuem desenvolvimento indireto, sendo a Fasciola hepatica um de seus representantes mais conhecidos. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Todos os dois grupos possuem caramujos como hospedeiros intermediários.


Classe Cestoda

Nessa classe também temos platelmintos endoparasitas. Eles geralmente se alojam no intestino. Por este motivo, muitos deles não possuem sistema digestório, alimentando-se a partir da absorção de nutrientes digeridos pelo hospedeiro.

Por ser encontrado, na maioria das vezes, somente um indivíduo parasitando um único organismo, os cestódeos são popularmente chamados de solitárias. A Taenia solium e a Taenia saginata, responsáveis pela teníase e cisticercose, são seus representantes mais conhecidos.

Quanto à reprodução, são hermafroditas. Cada proglótide, ou seja: cada segmento (gomo) do animal, possui os dois sexos, sendo fecundadas e depois eliminadas através das fezes do hospedeiro.


Aproveite para conferir a nossa videoaula sobre o assunto:

 Turbelário, trematódeo e cestoide, respectivamente.

Turbelário, trematódeo e cestoide, respectivamente.

Por: Mariana Araguaia