Alunos Online


Convulsões

As convulsões são caracterizadas por contrações musculares por todo o corpo.

Convulsões são distúrbios caracterizados por movimentos musculares involuntários generalizados, onde normalmente o indivíduo perde a consciência. As convulsões ocorrem em razão de uma descarga elétrica anormal no cérebro, que leva a uma alteração nas atividades cerebrais.

No momento da convulsão, observa-se na vítima um aumento na produção de saliva, dificuldade em controlar a liberação de urinas e fezes e dentes travados. É comum após uma convulsão que a pessoa sinta certa sonolência.

As convulsões podem ter causa atribuída a febres muito altas, uso de drogas ilícitas, traumatismo craniano, tumor cerebral, infecções entre outras.

A epilepsia é caracterizada por episódios frequentes de convulsão e é uma das desordens cerebrais mais comuns em todo mundo. Esse distúrbio pode se manifestar de diversas formas; a mais comum é a crise convulsiva, entretanto a pessoa pode desenvolver crises do tipo ausência, crise parcial complexa, dentre outros tipos. Nas crises do tipo “ausência”, a pessoa, por um curto período de tempo, desliga-se da realidade. Na crise parcial complexa, a pessoa pode andar sem direção e falar coisas incompreensíveis. Nesse tipo de crise, a pessoa fica em “alerta”. Entretanto, de modo geral, a epilepsia é conhecida principalmente por suas crises convulsivas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Ao perceber que uma pessoa está sofrendo uma convulsão é importante que alguns passos sejam seguidos. Primeiramente, retire a vítima de locais em que ela possa se machucar. Retire também óculos, relógios, colares e outros objetos que possam causar algum ferimento e afrouxe sua roupa. Mantenha a vítima deitada com a cabeça protegida e levemente de lado para evitar possíveis engasgos.  É importante não segurar a vítima, não jogar água, nem tentar abrir seus dentes.

Algumas convulsões podem ser perigosas e, portanto, é importante comunicar ao médico qualquer caso de convulsão.

Manter a calma ao socorrer uma vítima de convulsão é essencial

Manter a calma ao socorrer uma vítima de convulsão é essencial

Por: Vanessa Sardinha dos Santos