Alunos Online


Doenças causadas por bactérias

As doenças causadas por bactérias podem ter diversos agentes causadores, formas de contágio e sintomas. O tratamento é feito principalmente com o uso de antibióticos.

Doenças causadas por bactérias podem ter diversos agentes causadores, formas de contágio, sintomas e prevenção. O tratamento dessas doenças é feito basicamente com o uso de antibióticos, e medidas complementares podem ser tomadas durante o tratamento, de acordo com a doença.

Tabela de doenças causadas por bactérias

A seguir, uma tabela com alguns exemplos de doenças bastante comuns e que são causadas por bactérias:

Doença

Agente causador

Forma de contágio

Sintomas

Hanseníase

Mycobacterium leprae

Contato com o doente

Lesões na pele e nos nervos terminais, causando insensibilidade em determinadas regiões.

Gonorreia

Neisseria gonorrhoeae

Principalmente por meio de relação sexual. Pode ocorrer também a transmissão perinatal.

Pode ser assintomática. Os sintomas, quando aparecem, podem ser: corrimento que se torna purulento; uretrite; cervicite; infecção ocular; entre outros.

Pneumonia bacteriana

Streptococcus pneumoniae

Contato com secreções do doente, como a saliva.

Problemas respiratórios e febre

Cólera

Vibrio cholerae

Ingestão de água e alimentos contaminados

Vômito, diarreia intensa, desidratação, pode levar a óbito.

Leptospirose

Bactérias do gênero Leptospira

Contato com urina de animais contaminados ou água contaminada. Nas grandes cidades, os roedores, como ratos, são os principais reservatórios da bactéria.

Pode ser assintomática e apresentar desde sintomas leves, como febre, dor de cabeça e muscular, até mais graves, como hemorragia e insuficiência renal.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Prevenção / Profilaxia

As doenças causadas por bactérias podem ser prevenidas de diversas formas. As doenças cuja transmissão ocorre pela água e alimentos contaminados devem ser prevenidas com bons hábitos de higiene, cuidado ao manusear e preparar os alimentos e ingestão de água potável. Para prevenir-se das doenças transmitidas por meio da relação sexual, deve-se usar preservativo em todas as relações sexuais.

Para algumas doenças, como tétano e tuberculose, existem vacinas que auxiliam na prevenção. Vale destacar aqui a importância de manter seu cartão de vacinação sempre em dia. Como muitas doenças são transmitidas por meio do contato com o doente, é extremamente necessário o tratamento adequado das pessoas que as adquirem.

Leia também: VRSA: superbactéria brasileira

O uso inadequado de antibióticos tem sido o responsável pelo surgimento de bactérias resistentes a eles.
O uso inadequado de antibióticos tem sido o responsável pelo surgimento de bactérias resistentes a eles.

Tratamentos

As doenças causadas por bactérias são tratadas, principalmente, pela administração de antibióticos. No entanto, para que o tratamento seja mais eficaz, são necessários alguns cuidados nessa administração: como respeitar o horário determinado pelo médico para tomar o medicamento, assim como o tempo de duração do tratamento, e jamais parar o tratamento assim que perceber a melhora dos sintomas; armazenar o medicamento de forma adequada; e não utilizar antibióticos sem prescrição médica.

O uso inadequado de antibióticos e as superbactérias

Superbactérias é o nome dado a bactérias com alta resistência a antibióticos. Essas bactérias são bastante comuns em ambientes hospitalares, sendo as principais causadoras das infecções nesse tipo de ambiente, levando muitos pacientes a óbito.

A principal causa do surgimento das superbactérias, assim como do reaparecimento de diversas doenças que já não eram mais tão comuns na população, é o uso inadequado de antibióticos.

Quando não se administra o antibiótico de forma adequada, as bactérias menos resistentes podem ser destruídas, mas as bactérias que são resistentes podem sobreviver e reproduzir-se, deixando mais indivíduos com maior capacidade de sobreviver ao antibiótico.

Essas bactérias resistentes podem também fazer a troca de material genético com bactérias não tão resistentes, que acabam adquirindo, assim, a resistência ao antibiótico. Quando isso ocorre, se o indivíduo apresentar novamente um quadro infeccioso, o tratamento deverá ter nova abordagem, com o uso de antibióticos ainda mais fortes.

O uso inadequado de antibióticos corresponde a:

  • Uso de antibiótico para tratar doenças que não são causadas por bactérias;

  • Uso de antibiótico não indicado para o tipo de bactéria que está causando a infecção;

  • Período de tratamento maior ou menor que o recomendado pelo médico, entre outros fatores.

Características das bactérias

As bactérias são organismos unicelulares, procariontes e causadores de diversas doenças, sendo os únicos organismos procariontes conhecidos que causam doenças. As bactérias apresentam também outras características que são importantes para compreender de quais formas elas causam doenças e auxiliar, assim, no diagnóstico e no estabelecimento do melhor tratamento. Dentre essas características, podemos destacar:

  1. Produção de toxinas — as toxinas produzidas pelas bactérias podem ser classificadas de duas formas:

  • Exotoxina: as bactérias secretam a toxina, podendo causar a doença mesmo quando não estão presentes no organismo;

  • Endotoxina: a toxina está presente na membrana externa da bactéria e só é liberada quando essa morre e sua parede celular entra em decomposição.

  1. Parede celular — de acordo com as características da parede celular, as bactérias podem ser classificadas em:

  • Bactérias gram-positivas: as paredes dessas bactérias são constituídas por peptidoglicanos, sendo mais simples;

  • Bactérias gram-negativas: as paredes dessas bactérias apresentam menos peptidoglicanos que as gram-positivas, e mais lipídios e aminoácidos, sendo assim mais complexas. Outra característica é a presença de toxina na membrana externa e sua maior resistência a antibióticos.

Leia também: Estrutura celular de uma bactéria

Exercício resolvido

(Enem) Medidas de saneamento básico são fundamentais no processo de promoção de saúde e qualidade de vida da população. Muitas vezes, a falta de saneamento está relacionada com o aparecimento de várias doenças. Nesse contexto, um paciente dá entrada em um pronto atendimento relatando que, há 30 dias, teve contato com águas de enchente. Ainda informa que nessa localidade não há rede de esgoto e drenagem de águas pluviais e que a coleta de lixo é inadequada. Ele apresenta os seguintes sintomas: febre, dor de cabeça e dores musculares.

Relacionando os sintomas apresentados com as condições sanitárias da localidade, há indicações de que o paciente apresenta um caso de

A) difteria.

B) botulismo.

C) tuberculose.

D) leptospirose.

E) meningite meningocócica.

Resolução: letra D — leptospirose. A leptospirose pode ser contraída no contato com urina de animais ou água contaminada pela bactéria. Nas grandes cidades, os roedores são os principais reservatórios dessa doença, e a sua transmissão é bem comum, por meio de águas de enchentes, principalmente onde não há rede de esgoto e drenagem de águas pluviais e a coleta de lixo é inadequada. Os primeiros sintomas da leptospirose são: febre, dor de cabeça e dor muscular.

As bactérias podem causar diversas doenças, cuja principal forma de tratamento é pela administração de antibióticos.

As bactérias podem causar diversas doenças, cuja principal forma de tratamento é pela administração de antibióticos.

Por: Helivania Sardinha dos Santos

Artigos Relacionados