Alunos Online


Esqueleto humano

O esqueleto humano é uma estrutura fantástica formada por mais de 200 ossos, que garantem, entre outras funções, nossa movimentação e a proteção dos nossos órgãos internos.

Por: Vanessa Sardinha dos Santos O esqueleto humano, além de garantir nossa movimentação, atua protegendo nossos órgãos vitais.

O esqueleto humano, além de garantir nossa movimentação, atua protegendo nossos órgãos vitais.

O esqueleto humano, formado pelo conjunto de ossos e cartilagens, é uma estrutura complexa e importante para nosso organismo. Atua nas mais variadas funções, sendo essencial, por exemplo, para nossa movimentação e para proteção dos nossos órgãos internos. A seguir, falaremos mais sobre essa importante estrutura.

Leia também: Tecido ósseo

Quantos ossos tem o esqueleto?

O esqueleto de uma pessoa adulta tem 206 ossos, entretanto, na infância, esse número apresenta-se maior. Uma criança tem, em média, 70 ossos a mais que um adulto. Essa redução não ocorre em decorrência da destruição desses ossos, mas em virtude da fusão de muitos deles.

Um adulto é formado pelos seguintes ossos:

  • 64 ossos nos membros superiores (braços), incluindo a cintura escapular;

  • 62 ossos nos membros inferiores (pernas), incluindo a cintura pélvica;

  • 28 ossos formando o crânio;

  • 26 ossos formando a coluna;

  • 24 costelas;

  • 1 osso hioide (osso sem articulação localizado entre a mandíbula e a laringe, na região do pescoço);

  • 1 esterno.

Observe alguns dos ossos encontrados no nosso esqueleto.
Observe alguns dos ossos encontrados no nosso esqueleto.

Leia também: Fraturas

Funções do esqueleto humano

O esqueleto humano é essencial para que nosso corpo funcione adequadamente e, ao contrário do que muitos pensam, sua função vai além da sustentação do nosso corpo. Entre as funções do dos ossos do esqueleto, podemos citar:

  1. São responsáveis por sustentar nosso corpo.

  2. Garantem a proteção dos nossos órgãos internos. Esse é o caso, por exemplo, das costelas, que protegem o coração e o pulmão, e da caixa craniana, que protege o encéfalo.

  3. Atuam na movimentação do corpo.

  4. Servem de local para a inserção de músculos. A ligação dos músculos aos ossos garante a movimentação de algumas partes do nosso corpo. O braço, por exemplo, estica-se e dobra-se graças à contração e ao relaxamento dos bíceps e tríceps.

  5. Funcionam como local de armazenamento de sais minerais, principalmente de cálcio e de fósforo.

  6. No interior de alguns ossos, encontramos a medula óssea vermelha, na qual ocorre a produção de células sanguíneas.

Os ossos servem de ponto de fixação para os músculos.
Os ossos servem de ponto de fixação para os músculos.

Leia também: Doação de medula óssea

Divisão do esqueleto humano

O esqueleto é, tradicionalmente, dividido em esqueleto axial e esqueleto apendicular. Veja a seguir um pouco mais a respeito dessa divisão:

  • Esqueleto axial

É formado pelo crânio, osso hioide, vértebras, costela e esterno. No crânio, que inclui os chamados ossos faciais e cranianos, temos uma série de ossos unidos de maneira imóvel (com exceção da mandíbula), apresentando como principal função proteger o encéfalo e as estruturas associadas. As vértebras, por sua vez, são ossos que formam a chamada coluna vertebral. Temos também o osso hioide, que é um osso que não possui articulações. Por fim, temos as costelas, ossos que, em sua maioria, ligam-se ao esterno. As costelas, o osso esterno e a coluna vertebral formam a chamada caixa torácica.

  • Esqueleto apendicular

Os membros superiores, inferiores e as cinturas escapular e pélvica formam o esqueleto apendicular.
Os membros superiores, inferiores e as cinturas escapular e pélvica formam o esqueleto apendicular.

O esqueleto apendicular é formado pelos membros superiores e inferiores e pelas cinturas escapular e pélvica. No membro superior, temos os ossos denominados úmero (braço), ulna e rádio (antebraço), carpos (punho), metacarpos (palma da mão) e falanges (dedos). Esses ossos unem-se ao tórax por meio da cintura escapular, a qual é constituída pela clavícula e pela escápula. No membro inferior, por sua vez, temos o fêmur (osso da coxa), tíbia e fíbula (perna), patela (joelho), tarsos, metatarsos e falanges (dedos). Os ossos dos membros inferiores unem-se ao esqueleto axial pela chamada cintura pélvica, que é constituída pelos ossos pélvicos, também chamados de ossos do quadril.

Ossos do crânio

Os ossos do crânio podem ser classificados em ossos faciais e ossos cranianos.
Os ossos do crânio podem ser classificados em ossos faciais e ossos cranianos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O crânio inclui dois grupos de ossos, os chamados ossos faciais e ossos cranianos. Considerando como um todo, o crânio apresenta a função primordial de proteger o encéfalo, além, é claro, de garantir nossa mastigação.

Os ossos cranianos estão unidos uns aos outros por meio de suturas, ou seja, por articulações imóveis. São ossos cranianos: ossos parietais e temporais, encontrados em número de dois; ocipital, frontal, esfenoide, etmoide, ossículos auditivos, encontrados em número de seis; e ossos suturais, cuja quantidade é variável.

Os ossos faciais, assim como os cranianos, apresentam articulação imóvel. Entretanto, há uma exceção: a mandíbula, cuja movimentação garante nossa capacidade de mastigação e também de conversação. São ossos da face: maxilas, zigomáticos, nasais lacrimais, conchas nasais e palatinos (encontrados em número de dois), mandíbula e vômer.

Coluna vertebral

A coluna vertebral garante proteção à medula espinhal.
A coluna vertebral garante proteção à medula espinhal.

A coluna vertebral é formada por ossos chamados de vértebras, que estão separadas umas das outras pelos discos intervertebrais. A coluna é extremamente importante para o ser humano por garantir um suporte adequado para nosso organismo e por proteger a medula espinhal.

A coluna apresenta vértebras que se mantêm separadas por toda a vida e vértebras que se fundem durante o desenvolvimento. As sete vértebras cervicais, as doze torácicas e as cinco lombares são as que permanecem separadas. Entre as vértebras que se fusionam no desenvolvimento, temos aquelas responsáveis por formar o sacro e aquelas que formam o cóccix. O sacro é formado em decorrência da fusão de cinco vértebras, enquanto o cóccix é resultado da fusão de quatro vértebras.

Ossos dos membros superiores

Os membros superiores são formados pela cintura escapular, pelo braço, antebraço e pela mão.
Os membros superiores são formados pela cintura escapular, pelo braço, antebraço e pela mão.

Os membros superiores são constituídos pela cintura escapular, pelo braço, antebraço e pela mão. A cintura escapular, que garante a união dos membros superiores ao tórax, é formada pela clavícula e pela escápula. Formando o restante do membro superior, temos os seguintes ossos:

  • Úmero - osso que forma o braço. É o mais longo do membro superior.

  • Ulna - osso mais longo do antebraço.

  • Rádio - osso articulado com a ulna. Também participa da formação do antebraço.

  • Ossos do carpo - localizados em duas fileiras de quatro ossos, formam o punho. São ossos do carpo: escafoide, semilunar, piramidal, pisiforme, trapézio, trapezoide, capitato e uncinado.

  • Metacarpos - ossos que formam a palma da mão. Estão distribuídos em número de cinco.

  • Falanges - ossos que formam os dedos. As falanges são classificadas em: falange proximal, média e distal. No polegar, encontram-se apenas duas falanges, enquanto nos outros dedos são observadas as três.

Ossos dos membros inferiores

Os membros inferiores são formados pela cintura pélvica, coxa, joelho, canela, panturrilha e pelo pé.
Os membros inferiores são formados pela cintura pélvica, coxa, joelho, canela, panturrilha e pelo pé.

Os membros inferiores são formados pela cintura pélvica, coxa, joelho, canela, panturrilha e pelo pé. A cintura pélvica garante a união dos membros inferiores com o esqueleto axial e é formada pelos ossos pélvicos ou ossos do quadril, os quais são formados, originalmente, por três ossos separados: ílio, ísquio e púbis. Formando o restante dos membros inferiores, temos:

  • Fêmur - o osso mais longo do corpo. É responsável por formar a coxa.

  • Patela - forma o joelho.

  • Tíbia - conhecido como osso da canela.

  • Fíbula - conhecido como osso da panturrilha.

  • Ossos do tarso - assemelham-se muito aos ossos que formam nosso punho. São ossos do tarso: tálus, calcâneo, navicular, cuboide, cuneiforme medial, cuneiforme intermédio e cuneiforme lateral.

  • Metatarsos - grupo de cinco ossos.

  • Falanges - ossos responsáveis por formar os dedos. Assim como observamos nas mãos, temos dedos formados por duas falanges e dedos formados por três falanges. O hálux (dedão do pé) é formado por duas falanges, enquanto os outros dedos apresentam três.

Leia também: Osteoporose