Estrutura celular de uma bactéria

A estrutura celular de uma bactéria é bastante simples quando comparada às células eucarióticas.

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Observe a estrutura básica de uma bactéria
Observe a estrutura básica de uma bactéria
PUBLICIDADE

As bactérias são organismos simples, formados por apenas uma célula, sendo chamados, portanto, de seres unicelulares. Seu material genético (DNA) é encontrado disperso no citoplasma, pois não possuem carioteca delimitando seu núcleo (seres procarióticos).

A maioria das células bacterianas possui parede celular, localizada externamente à membrana plasmática, formada por peptideoglicano ou mureína, que garante proteção e forma à célula. Além da parede, algumas bactérias possuem uma cápsula polissacarídica que envolve essa estrutura.

No citoplasma observa-se a ausência de organelas membranosas e a presença de ribossomos, estruturas relacionadas com a síntese de proteínas. Os ribossomos estão presentes em grande quantidade e são menores que aqueles encontrados nas células eucarióticas. Nas células bacterianas podemos encontrar também grânulos de reserva, que variam de natureza química.

O cromossomo bacteriano caracteriza-se por ser uma única molécula de dupla fita circular de DNA. Além do DNA cromossômico, as células bacterianas apresentam moléculas menores de DNA circular, que possuem genes que não são essenciais para a sobrevivência da bactéria. Essas moléculas são chamadas de plasmídeos.

As bactérias podem ainda apresentar flagelos, estruturas locomotoras formadas principalmente por uma proteína denominada flagelina. As bactérias que não apresentam essa estrutura são denominadas atríquias.

Outra estrutura encontrada nas bactérias são as fimbrias, que lembram os flagelos, porém, atuam auxiliando na fixação das bactérias. Essas estruturas são formadas pela proteína pilina e se assemelham a pequenos pelos. São encontradas fimbrias principalmente nas bactérias chamadas de Gram negativas.


Observe os diferentes formatos que as bactérias possuem

Normalmente as bactérias são classificadas, de acordo com o formato que possuem, em:

- Cocos = Bactérias com formato esférico. Exemplo: Chlamydia trachomatis.

- Bacilos = Bactérias com formato de bastão. Exemplo: Mycobacterium tuberculosis.

- Espirilo = Bactérias com formato espiralado. Exemplo: Treponema pallidum.

- Vibrião = Bactérias com formato de vírgula. Exemplo: Vibrio cholerae.

Outra classificação bastante usada é a de gram-positiva e gram-negativa. Essa classificação diz respeito a uma técnica denominada método de Gram, que se baseia na utilização dos reagentes cristal violeta, lugol, etanol-acetona e fucsina básica para corar a parede celular das bactérias. As que coram de roxo recebem o nome de gram positivas e as que coram de vermelho são denominadas de negativas.


Aproveite para conferir a nossa videoaula sobre o assunto:

DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Desinências
Revise os principais tipos de flexões das desinências.

..................................................

Capivara
Conheça aspectos do maior roedor do mundo agora mesmo!

..................................................