Hidroponia

A hidroponia é uma técnica que cultiva vegetais sem a utilização do solo, por meio da administração substâncias nutritivas necessárias para o desenvolvimento da planta.

Por Vanessa Sardinha dos Santos
Com a técnica da hidroponia, a planta não é cultivada no solo
Com a técnica da hidroponia, a planta não é cultivada no solo
PUBLICIDADE

Provavelmente, você já deve ter ido ao supermercado e visto, entre os vegetais, a alface hidropônica. Entretanto, alguma vez já se perguntou o que isso significa? A seguir, vamos falar a respeito da hidroponia (do grego: hydro = água e ponos = trabalho), uma técnica de cultivo de plantas que não faz uso do solo.

→ A hidroponia

O termo hidroponia foi usado pela primeira vez em 1937, por William Frederick Gericke, o pesquisador que primeiro utilizou essa técnica para fins comerciais. Atualmente, a hidroponia é usada em várias partes do mundo, sendo utilizada até mesmo pela Nasa para cultivar espécies em suas viagens espacias.

Dá-se o nome de hidroponia ao conjunto de técnicas de cultivo de plantas que se baseiam no uso de soluções nutritivas para fornecer ao vegetal os nutrientes minerais necessários para seu desenvolvimento. Nesse tipo de plantio, controlam-se os nutrientes que serão fornecidos ao vegetal, e não é usado o solo, pois a planta pode ser cultivada submersa em solução nutritiva, com as raízes suspensas no ar recebendo nebulizações, ou ainda em substratos pouco ativos quimicamente. Existem ainda sistemas em que ocorre a circulação da solução nutritiva, e outros em que essa solução permanece sem circular, porém ela deve ser trocada periodicamente.

Ao regular o que a planta recebe e mantê-la em um ambiente protegido, são obtidas maior produtividade, maior economia de água e menos uso de fertilizantes e agrotóxicos. Além disso, não se faz necessária a realização de técnicas de rotação de culturas, e as plantas ficam protegidas de alguns fenômenos naturais, como geadas e chuvas intensas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Entretanto, é importante destacar o fato de que a hidroponia é uma técnica que precisa de investimentos e de mão de obra especializada, por isso o alto custo de implantação é sua maior desvantagem. Além disso, deve-se ter bastante cuidado com contaminações e fazer análises constantes das soluções nutritivas que são fornecidas ao vegetal. Não se pode esquecer ainda de que falhas no sistema podem representar perdas na produção.

→ Tipos de hidroponia

A hidroponia pode ser classificada em quatro tipos:

  • Hidroponia didática: Apresenta função apenas didática, não sendo necessária grande infraestrutura.

  • Hidroponia científica: Usada para estudos relacionados à nutrição mineral, portanto, apresenta infraestrutura mais complexa que a didática. Nesse tipo de hidroponia, a adição de qualquer substância é feita de maneira criteriosa a fim de entender o funcionamento do vegetal.

  • Hidroponia ornamental: Usada para fins de decoração de ambientes. Assim como na didática, não é utilizada grande infraestrutura.

  • Hidroponia comercial: Nesse caso, a hidroponia visa ao lucro e, portanto, necessita de grande infraestrutura. Por causa de suas características, é necessário investimento financeiro elevado.


→ Uso da hidroponia

Quando pensamos no processo, entendemos claramente que todas as plantas poderiam ser cultivadas por meio da hidroponia, uma vez que os vegetais receberiam os nutrientes necessários para o desenvolvimento. Contudo, para fins econômicos, o processo é mais indicado para plantas de pequeno porte. Atualmente, várias espécies são cultivadas dessa forma, tais como alface, tomate, couve, cebolinha, coentro, alecrim, antúrio, uva, melão, milho, entre outras.

DESTAQUES
Confira os destaques abaixo

..................................................

Regra de três
Listamos os três erros mais comuns em regra de três.

..................................................

Fígado
Você conhece todas as funções desse órgão no organismo?

..................................................